Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 29 Novembro |
Bem-aventurados Dionísio da Natividade e Redento da Cruz
home iconAtualidade
line break icon

França rejeita ultimato de sequestradores e continuará bombardeios

<p>O premier da França, Manuel Valls</p>

AFP - publicado em 23/09/14

Aviões Rafale baseados nos Emirados Árabes Unidos bombardearam e destruíram na sexta-feira uma intalação logística do grupo Estado Islâmico

A França rejeitou nesta terça-feira o ultimato dos sequestradores de um francês na Argélia e afirmou que seguirá bombardeando no Iraque os jihadistas do grupo Estado Islâmico (EI), sem se pronunciar sobre se os atacará na Síria.

A França não manterá nenhuma discussão, nenhuma negociação com os autores do sequestro do francês Hervé Gourdel, realizado no domingo na Argélia, afirmou nesta terça-feira o primeiro-ministro francês, Manuel Valls.

"A França jamais cederá à chantagem", disse Valls, ressaltando que os bombardeios de aviões franceses contra o EI no Iraque continuarão.

Os sequestradores do francês, membros do grupo jihadista Jund al-Khilafa, que obedece ao EI, ameaçaram na segunda-feira matar o refém se a França não renunciar aos bombardeios no Iraque em um prazo de 24 horas.

Guia de montanhas, Gourdel, de 55 anos, foi sequestrado em Tizi Uzu, 110 km a leste de Argel.

O exército argelino prosseguia nesta segunda-feira junto às tropas de elite especializadas na luta antiterrorista com uma operação de busca nesta zona montanhosa para tentar localizá-lo, segundo fontes dos serviços de segurança.

"A perfídia do terrorismo reside em recorrer à chantagem, à morte", e "se cedermos um centímetro damos a eles essa vitória", disse Valls.

A França só realizou oficialmente bombardeios aéreos uma vez no Iraque desde a autorização de entrada em guerra dada na quinta-feira ao exército francês pelo presidente François Hollande.

Aviões Rafale baseados nos Emirados Árabes Unidos bombardearam e destruíram na sexta-feira uma intalação logística do grupo Estado Islâmico no norte do Iraque.

França ante o parâmetro sírio

Diferentemente dos Estados Unidos, a França se recusou a atacar o EI também na Síria. As autoridades francesas, que há um ano estavam dispostas a bombardear alvos militares governamentais sírios alegando a defesa dos civis, argumentavam até agora a falta de legitimidade internacional para atacar também na Síria.

Mas esta atitude pareceu ter evoluído desde o início da semana. O pedido de socorro feito pela Coalizão Nacional Síria (oposição) – ao qual responderam nesta terça-feira Estados Unidos e vários países árabes com bombardeios – pode ser considerado uma base legal, afirmam fontes diplomáticas francesas.

O chanceler francês, Laurent Fabius, estimou na segunda-feira que não há um impedimento jurídico para uma reação aos ataques do Daesh (acrônimo árabe do EI) no Iraque e na Síria. "Acreditamos que isso forma parte (…) da possibilidade de legítima defesa segundo o artigo 51 da Carta das Nações Unidas", disse.

O refém Hervé Gourdel é fã de fotografia e das viagens. Há 20 anos organiza estadias na região marroquina de Atlas, no Nepal e na Jordânia.

"Sempre quis fixar estas paisagens extraordinárias, trazer imagens das pessoas que vivem ali", escreveu em seu site.

A mãe de Gourdel, que tem 82 anos, afirmou à imprensa francesa que seu filho chegou no sábado a Cabilia para uma estadia de dez dias.

Durante a guerra civil dos anos 1990, uma centena de estrangeiros, entre eles trinta franceses, foram assassinados na Argélia por grupos armados islamitas.

Nos últimos anos, cidadãos franceses foram com frequência vítimas de sequestradores, em particular no Sahel e na Síria.

Além de Hervé Gourdel, outro francês é refem na região, Serge Lazarevic, sequestrado no Sahel desde novembro de 2011 pelo grupo Al-Qaeda no Magreb Islâmico (AQMI).

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
POPE URBI ET ORBI
Reportagem local
Bênção Urbi et Orbi do Papa Francisco nesta s...
Folheto divulgado por Antônio Carlos da Silva
Reportagem local
Eu nasci mais ou menos em 1988: os 27 anos da...
READING
Gelsomino Del Guercio
3 regras fundamentais para os leitores da mis...
SANTUÁRIO DE APARECIDA INTERIOR BASÍLICA
Reportagem local
Suposto surto de covid-19 entre padres do San...
Jesús V. Picón
Padre com câncer terminal: perde os olhos, ma...
FATIMA
Philip Kosloski
Nossa Senhora de Fátima tem um conselho para ...
Medalha Milagrosa verdadeira ou falsa
Reportagem local
Cuidado: saiba distinguir entre a real Medalh...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia