Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Segunda-feira 30 Novembro |
São Mirocletes
home iconAtualidade
line break icon

Filipinas descarta negociar com sequestradores de reféns alemães

<p>(Arquivo) Soldados filipinos partem da cidade de Patikul para uma missão de combate contra o grupo extremista Abu Sayyaf</p>

AFP - publicado em 25/09/14

Os islamitas filipinos exigem o pagamento de um resgate de 4,37 milhões de euros e a suspensão do apoio de Berlim aos bombardeios americanos contra o EI

O governo filipino afirmou nesta quinta-feira que não negocia com terroristas e rejeitou as exigências do grupo radical islamita que ameaça matar um refém alemão.

As autoridades filipinas acreditam que o grupo não tem motivações políticas, mas está atrás de dinheiro, e para conseguir isso, aproveita a crise internacional provocada pelo Estado Islâmico (EI) na Síria e no Iraque.

O centro americano de vigilância de sites islamita, SITE, anunciou na terça-feira que o grupo filipino Abu Sayyaf sequestrou dois cidadãos alemães.

Os islamitas filipinos exigem o pagamento de um resgate de 4,37 milhões de euros e a suspensão do apoio de Berlim aos bombardeios americanos contra o EI, caso contrário ameaçam decapitar um dos reféns.

"Não negociamos com terroristas", declarou o ministro da Defesa filipino, Voltaire Gazmin.

A Alemanha também afirmou que não mudará sua política em relação à Síria e ao Iraque.

Gazmin confirmou que o Abu Sayyaf, um pequeno grupo islamita do sul das Filipinas, sequestrou um homem e uma mulher enquanto o casal navegava pelo litoral da ilha de Palawan.

"Estão fazendo propaganda para obrigar o governo a se curvar a suas exigências. Não nos deixaremos intimidar", acrescentou o ministro.

"Eles viram o que o EI estava fazendo e resolveram usar da tática para aumentar o resgate exigido".

Fundado no início dos anos 1990 com financiamento da Al-Qaeda, Abu Sayyaf cometeu vários atentados violentos, como o incêndio em um ferry, em fevereiro de 2004, que deixou 116 mortos.

O grupo, integrado por algumas centenas de membros, sobrevive graças ao apoio das comunidades muçulmanas no sul das Filipinas e do dinheiro que obtém dos sequestros e outras atividades criminosas.

Nos vídeos postados na internet, em julho, Abu Sayyaf proclamou sua lealdade ao EI.

O chefe do comando militar para o sul das Filipinas, general Rustico Guerrero, deu pouca importância a esta suposta lealdade.

"Eles tentam se aproveitar da situação para aumentar o preço do resgate", resumiu.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
READING
Gelsomino Del Guercio
3 regras fundamentais para os leitores da mis...
Aleteia Brasil
Oração do Advento
SANTUÁRIO DE APARECIDA INTERIOR BASÍLICA
Reportagem local
Suposto surto de covid-19 entre padres do San...
Jesús V. Picón
Padre com câncer terminal: perde os olhos, ma...
OLD WOMAN, WRITING
Cerith Gardiner
A carta de uma irlandesa de 107 anos sobre co...
FIRST CENTURY HOUSE AT THE SISTERS OF NAZARETH SITE
John Burger
Arqueólogo diz ter encontrado a casa onde Jes...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia