Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 05 Dezembro |
São Saba
home iconEstilo de vida
line break icon

Homem em estado vegetativo reage ao ver filme

@DR

Aleteia Vaticano - publicado em 28/09/14

Assistindo a um episódio de uma série de TV de Alfred Hitchcock, o homem reagiu ao medo e à tensão

Uma pessoa em estado vegetativo não é um defunto. A história de um homem de 34 anos que se encontrava em estado vegetativo desde os 18 anos é testemunha disso. Assistindo a um filme de Alfred Hitchcock, ele reagiu ao medo e à tensão. A notícia foi publicada no jornal italiano Tempi.it (dia 23 de setembro). 

Um estudo de pesquisadores canadenses, publicado recentemente na revista Proceedings of the National Academy of Sciences, demonstra que “não apenas o paciente, mas também outros cinco como ele, apresentam consciência, e provavelmente também sejam capazes de refletir”.

Reação cerebral

Os pesquisadores enfocaram sobre a paixão do homem pelo cinema e o fizeram a assistir a um episódio de “Bang! Você está morto!”, de uma série televisiva de 1961, com o título “Alfred Hitchcock apresenta”. Assistindo ao breve filme, o homem em estado vegetativo e outras 12 pessoas em condições normais de saúde tiveram as mesmas reações cerebrais.

Não é estado terminal

Mas o que é o estado vegetativo? Não é um “estado de vida terminal, mas uma condição clínica ainda misteriosa caracterizada pela falta de consciência e percepção de si e do ambiente, devido a danos no cérebro. Apesar disso, os pacientes podem abrir e mover os olhos, deglutir, respirar de maneira autônoma, dormir, acordar, ranger os dentes e até mesmo gritar. Podem fazer tudo, teoricamente, sem perceber”, como no caso de Eluana Englaro, a italiana que viveu em estado vegetativo durante 17 anos.

Segundo um outro estudo da Cambridge University, publicado em 2013, não apenas muitos pacientes em estado vegetativo estão conscientes, mas “podem também se concentrar nas coisas e seguir comandos específicos. Esta descoberta poderia nos permitir, no futuro, desenvolver tecnologias para possibilitar a estes pacientes que se comuniquem com o mundo externo”. 

Tags:
AbortoSaúdeVida
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
HUG
Dolors Massot
Médico abraça paciente com Covid-19 que chora...
PADRE NO ALTAR DA MISSA
Reportagem local
Missa de Crisma é interrompida por policiais ...
Missa de Crisma
Reportagem local
Arcebispo detona interrupção de Missa: "Ocorr...
BOKO HARAM NIGÉRIA
Francisco Vêneto
Terroristas islâmicos degolam mais de 100 pes...
Bispo brasileiro Dom Antônio Carlos Rossi Keller
Reportagem local
Mais um bispo brasileiro detona: "Autoridades...
Aleteia Brasil
Oração do Advento
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia