Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 29 Novembro |
Bem-aventurados Dionísio da Natividade e Redento da Cruz
home iconAtualidade
line break icon

TV iraquiana exibe sátira sobre Estado Islâmico

<p>Atores nos estúdios da série, gravada em Bagdá</p>

Agências de Notícias - publicado em 29/09/14

"O objetivo é suprimir o medo que tomou conta do espírito das pessoas", explica Thaer Jiyad, produtor da série

O chefe do Estado Islâmico (EI) e "califa" autoproclamado, Abu Bakr al-Baghdadi, pouco aparece, mas os iraquianos terão a chance de "vê-lo" na televisão, em uma série satírica que pretende desconstruir a aterradora imagem do grupo extremista.

Para os criadores da série, que teve o primeiro episódio exibido no sábado pelo canal público Iraqiya, ridicularizar Al-Baghdadi é uma forma de afastar o pavor provocado pelo EI.

O título da série, que é inglês é aproximadamente algo como "State of Superstition" (‘O estado da superstição’), faz um trocadilho com a palavra árabe para califado.

A divulgação das atrocidades do grupo, via internet, permitiu o avanço dos combatentes, às vezes sem a necessidade de luta, ante as aterrorizadas forças de segurança iraquianas.

"O objetivo é suprimir o medo que tomou conta do espírito das pessoas", explica Thaer Jiyad, produtor da série.

"A única solução para estes grupos fundamentalistas é encará-los de frente. E isto começa por seus líderes", completa.

Apesar da determinação, o perigo de uma possível vingança por fazer piada com os jihadistas provocou o afastamento de algumas pessoas do projeto.

"Tivemos algumas dificuldades, sobretudo quando alguns atores ficaram com medo de filmar, por sua segurança", admite o diretor Ali al-Qasem.

Mas aqueles que finalmente embarcaram na série agora se consideram participantes na guerra antijihadista.

"Todos devemos defender este país. Nós não utilizamos armas, mas podemos ajudar a derrotar o EI com o nosso trabalho", afirma Qasem.

Mas se o programa é a nova arma iraquiana contra o EI, os primeiros tiros quase erraram o alvo.

Mudanças na série

Nos primeiros trechos do programa, que a Iraqiya exibiu diariamente durante semanas, a ideia que emergia era que o EI havia sido criado pela CIA, Israel e as monarquias do Golfo, algo que muitas pessoas acreditam no Iraque.

Ainda disponíveis na internet, as imagens mostram um personagem vestido de vermelho com uma forca, comandando uma coluna de jihadistas no deserto.

Ele chega a um acampamento, onde um homem com um visual de caubói, obviamente americano, o leva até uma barraca para um casamento de conveniência com uma princesa judia.

Atrás da noiva está uma mulher com óculos escuros, e elegantemente vestida de verde, uma referência explícita no Oriente Médio à primeira-dama do Catar, Mozah.

O Coringa, célebre vilão do Batman, Drácula e um anão também aparecem na cena, cantando uma paródia de hino jihadista, a trilha sonora da série.

"O ovo quebrou, um bebê-EI apareceu", afirma a canção, enquanto na cena seguinte aparece o fruto do casamento: um Abu Bakr al-Baghdadi em miniatura, que sai do ovo.

Al-Baghdadi ordena então a um coral formado por oficiais do ex-partido Baath, do ditador Saddam Hussein, a recitação de seu programa violento: "Oh, decapitador, onde estás?", cantam em uníssono.

Em uma cena final que lembra os filmes mais violentos, o califa elimina um a um os membros do Baath.

Depois que os Estados Unidos e seus aliados, que incluem vários países do Golfo, como o Catar, começaram a bombardear o EI no Iraque e na Síria, os produtores da série correram para modificar as cenas.

O caubói americano e Mozah desapareceram na nova versão do trailer.

(AFP)

Tags:
Mundo
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
POPE URBI ET ORBI
Reportagem local
Bênção Urbi et Orbi do Papa Francisco nesta s...
Folheto divulgado por Antônio Carlos da Silva
Reportagem local
Eu nasci mais ou menos em 1988: os 27 anos da...
READING
Gelsomino Del Guercio
3 regras fundamentais para os leitores da mis...
SANTUÁRIO DE APARECIDA INTERIOR BASÍLICA
Reportagem local
Suposto surto de covid-19 entre padres do San...
Jesús V. Picón
Padre com câncer terminal: perde os olhos, ma...
FATIMA
Philip Kosloski
Nossa Senhora de Fátima tem um conselho para ...
Medalha Milagrosa verdadeira ou falsa
Reportagem local
Cuidado: saiba distinguir entre a real Medalh...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia