Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 18 Setembro |
São José de Cupertino
home iconAtualidade
line break icon

Francisco, o papa pró-vida

Alberto Pizzoli

Pe. Dwight Longenecker - publicado em 03/10/14

Ao dizer que os católicos não precisam falar só do aborto, o Papa Francisco nos recorda que a luta pela vida vai muito além disso

O Papa Francisco foi criticado por alguns católicos por não ser suficientemente pró-vida, depois de ter declarado que não podemos ser “católicos monotemáticos”, falando somente do crime do aborto o tempo todo.

Fazer esta crítica é não entender a posição do Papa Francisco. Ele já falou em termos fortes sobre o aborto, dizendo que a vida humana é inviolável e o aborto é um crime indescritível. Aos italianos pró-vida, o Pontífice disse: “Deve, portanto, ser reiterada a forte oposição a qualquer ataque direto à vida, especialmente à vida inocente e indefesa; a criança por nascer no ventre é o exemplo mais concreto de inocência”.

Ao dizer que os católicos não precisam falar sobre o aborto, o Papa Francisco está nos recordando que é um erro ver a batalha pró-vida somente pela ótica antiaborto. Como parte da ampla ênfase pró-vida e no limiar do sínodo da família, o Papa Francisco esteve com o Papa emérito Bento XVI no último fim de semana para afirmar a vida humana no outro extremo da vida.

Os dois papas celebraram a vida com uma multidão de idosos católicos. Aos 77 e 87 anos respectivamente, os papas Francisco e Bento XVI se colocam como monumentos representativos de como Deus pode se servir das pessoas nas últimas etapas de suas vidas.

Os idosos têm muita sabedoria e experiência para oferecer. Têm muito para dar, mas, como os jovens, são vulneráveis. Assim como a nossa sociedade escolheu abortar os não nascidos porque são considerados um peso caro, a cultura da morte está avançando sem piedade em um ataque aos mais velhos.

As ordens de “não ressuscitar” estão tranquilamente se estendendo. A eutanásia voluntária e o suicídio assistido estão se tornando legais em mais e mais países e estados, enquanto o abuso dos idosos nos asilos e centros de assistência está aumentando em um nível alarmante.

Deve surpreender que os abusos e a exterminação dos idosos vulneráveis aconteçam em uma sociedade que obstinadamente extermina o não nascido não desejado?

Em uma reflexão sólida sobre as Escrituras, o Papa Francisco convidou a uma relação dinâmica entre as gerações mais velhas e as mais jovens. Usando a visita de Maria a Isabel como modelo, convidou os católicos a meditarem sobre a interação amorosa de respeito e amor entre a idosa Isabel e a adolescente Virgem Maria.

“Maria nos mostra o caminho – afirmou o Papa. Ela se dispôs a visitar sua parente idosa para estar com ela, para ajudá-la, certamente, mas também e sobretudo para aprender dela – uma pessoa idosa – a sabedoria de vida.”

O melhor jeito de comunicar-se do Papa Francisco é o poderoso gesto, a ação simbólica e a imagem memorável. A imagem da mulher idosa saudando a mulher jovem, ambas grávidas, expressa toda a alegria da afirmação da Igreja Católica da vida humana do ventre até o túmulo.

A defesa da vida humana não é simplesmente uma triste batalha para ilegalizar o aborto, a eutanásia, o suicídio assistido. Os católicos insistem em que sua postura é genuinamente pró-vida. Portanto, além das campanhas para ilegalizar o assassinato dos vulneráveis, também abraçamos a plenitude da vida nas relações amorosas dentro da família.

A mensagem do Papa Francisco e sua referência à visitação da bem-aventurada Virgem Maria a Isabel revela a mensagem positiva pró-vida.

Como Maria e Isabel se abraçam, nós abraçamos os membros da nossa família com amor, gratidão e respeito.

Os jovens abraçam os idosos com respeito e honra. Os idosos abraçam os jovens com a ternura e a alegria. Ambos veem o não nascido com reverência e assombro. É a partir desse coração de alegria que os males do aborto

  • 1
  • 2
Tags:
AbortoIdososPapa FranciscoVida

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
BEATRIZ
Reportagem local
Mistério do sumiço de uma mulher em Aparecida já dura 9 anos
2
Pe. Zezinho
Reportagem local
Pe. Zezinho faz alerta sobre orações de cura e libertação
3
Orfa Astorga
Os erros mais comuns das sogras
4
Papa Francisco pede homilias mais curtas
Francisco Vêneto
Papa Francisco pede aos padres: façam homilias mais curtas
5
Papa Francisco
Francisco Vêneto
Papa reafirma: casamento sacramental é só entre homem e mulher
6
Berthe and Marcel
Lauriane Vofo Kana
O segredo do casal que tem a união mais longa da França
7
tentativa suicídio depoimento
Reportagem local
EM IMAGENS: A cara da depressão profunda e do suicídio é não ter ...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia