Aleteia logoAleteia logoAleteia
Domingo 21 Abril |
Aleteia logo
Estilo de vida
separateurCreated with Sketch.

Óvulos congelados para funcionárias do Facebook e da Apple

Facebook Apple congelamento ovuli – pt

© Public Domain

Gelsomino Del Guercio - publicado em 17/10/14

A estratégia de muitas empresas do Silicon Valley é pagar as despesas para adiar a gravidez das trabalhadoras

O Silicon Valley já era conhecido por oferecer vagas de trabalho a gerentes brilhantes, em troca de tratamentos de correção da infertilidade com despesas cobertas pela empresa de até 15 milhões de dólares. Mas multinacionais como Facebook e Apple se superaram. Como conta o jornal italiano Corriere della Sera (15 de outubro), estas empresas decidiram oferecer como “bonus” às trabalhadoras a possibilidade de congelar e conservar seus óvulos para adiar uma gravidez que no momento poderia ser um obstáculo para a carreira delas.

Estratégias anti-gravidez

Em particular entre as trabalhadoras do Facebook, o congelamento dos óvulos é uma prática cada vez mais difundida. O congelamento foi, de fato, incluído em uma nova política de saúde oferecida aos empregados desde o último janeiro. Mas o assunto se tornou de público domínio somente recentemente; e a Apple, evidencia o Corriere, decidiu seguir o exemplo do Facebook, oferecendo cobrir as despesas para o adiamento da gravidez: considerando que o congelamento dos óvulos custe cerca de 10 mil dólares (mais mil por ano pela conserva), e que a operação é repetida duas vezes para ter boas possibilidades de sucesso, o “benefício” oferecido a estas empresas da Silicon Valley vale ao menos 20 mil dólares.

Mais trabalhadores

No fundo, o congelamento dos óvulos não é nada além do que uma medida compatível com o "Vamos em frente”, um manual para o resgate das mulheres publicado há alguns anos pelo diretor geral do Facebook, Sheryl Sandberg. O objetivo é incentivar o trabalho feminino nas empresas digitais, que normalmente é 30% do total. Um percentual ainda muito baixo porque as mulheres, mesmo em carreira, muitas vezes optam por constituir família e ter filhos, colocando em segundo plano o trabalho.

Pais de meia idade

As técnicas de congelamento existem há anos, mas até pouco tempo eram usadas sobretudo por clínicas e para casos limitados: por exemplo, mulher com câncer que, antes de iniciar a quimioterapia, congelava os seus óvulos para fecundar em um segundo momento. Com o aperfeiçoamento das técnicas de congelamento esta prática se difundiu para além da esfera clínica. O risco, porém, é que desta maneira a experiência da maternidade e da paternidade atrasem muito no tempo.

Tags:
AbortoFilhosGravidezMulhertecnologia
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia