Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 29 Novembro |
Bem-aventurados Dionísio da Natividade e Redento da Cruz
home iconAtualidade
line break icon

Ministras japonesas renunciam e governo sofre crise

<p>A ex-ministra da Justiça, Midori Matsushima, durante entrevista coletiva em setembro</p>

AFP - publicado em 20/10/14

A política de promoção das mulheres do primeiro-ministro japonês Shinzo Abe levou dois golpes duros nesta segunda-feira, com os pedidos de demissão das ministras da Indústria e da Justiça, suspeitas de uso indevido de recursos públicos.

Abe anunciou à imprensa as demissões das ministras da Indústria, Yuko Obuchi, e da Justiça, Midori Matsushima, no momento mais grave de seu governo desde que retornou ao poder no fim de 2012.

As duas foram nomeadas para os cargos no início de setembro, ao lado de outras três mulheres, na primeira reforma ministerial de Abe.

Com cinco nomes, este era o governo com maior presença feminina na história do país.

"Eu nomeei as duas. Como primeiro-ministro, assumo a responsabilidade e peço desculpas profundas por esta situação", disse Abe.

Matsushima é suspeita de ter violado a lei eleitoral com a distribuição de leques com a sua foto e nome aos eleitores de sua circunscrição.

Obuchi é acusada de irregularidades no uso de recursos públicos.

Obuchi teria gastado entre 2007 e 2012 mais de 10 milhões de ienes (93.000 dólares) em produtos de beleza.

Além disso, segundo a imprensa, alguns de seus simpatizantes receberam de presente ingressos de teatro que custaram no total 26 milhões de ienes (240.000 dólares), um gesto que os críticos consideram uma tentativa de compra de votos.

Shinzo Abe depositava muitas esperanças em Yuko Obuchi, a primeira mulher a comandar o poderoso ministério da Indústria.

O premier desejava transformá-la no símbolo de sua política para as mulheres, que ele deseja atrair mais ao mercado de trabalho para estimular a economia do país.

Abe também contava com a imagem de Obuchi, de 40 anos e com dois filhos, para convencer os japoneses da necessidade de reativar os reatores do país, paralisados desde a catástrofe da central nuclear de Fukushima em março de 2011.

Mas sua promoção também provocou a irritação de políticos veteranos, que não gostaram de ver uma mulher com pouca experiência de governo em um cargo tão importante.

Abe em posição vulnerável

Os analistas concordaram que as quedas de duas ministras não provocarão o fim do governo de Abe, que tem como objetivo revigorar uma economia afetada por um crescimento frágil e ameaçada a longo prazo por uma demografia em queda. Mas afirmam que o chefe de Governo está em posição vulnerável.

"Este é o primeiro tropeço importante de Abe", disse Tomoaki Iwai, professor de Ciências Políticas na Universidad Nihon de Tóquio.

"Com as duas renúncias, sua popularidade deve cair e Abe será pressionado. Se voltar a cometer erros assim, será um golpe fatal para seu governo", completou Iwai.

Obuchi apresentou um pedido de desculpas.

"Como ministra da Economia, Comércio e Indústria, não posso ter a economia e as políticas de energia paralisadas por culpa de meus próprios problemas", declarou à imprensa.

"Apresento minhas desculpas mais sinceras por não ter conseguido contribuir para a recuperação econômica nem para a concretização de uma sociedade na qual as mulheres brilhem", disse Obuchi, visivelmente emocionada.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
POPE URBI ET ORBI
Reportagem local
Bênção Urbi et Orbi do Papa Francisco nesta s...
Folheto divulgado por Antônio Carlos da Silva
Reportagem local
Eu nasci mais ou menos em 1988: os 27 anos da...
READING
Gelsomino Del Guercio
3 regras fundamentais para os leitores da mis...
SANTUÁRIO DE APARECIDA INTERIOR BASÍLICA
Reportagem local
Suposto surto de covid-19 entre padres do San...
Jesús V. Picón
Padre com câncer terminal: perde os olhos, ma...
FATIMA
Philip Kosloski
Nossa Senhora de Fátima tem um conselho para ...
Medalha Milagrosa verdadeira ou falsa
Reportagem local
Cuidado: saiba distinguir entre a real Medalh...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia