Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Segunda-feira 01 Março |
São Félix III (II)
home iconAtualidade
line break icon

ONU pede fundos para evitar nova crise de fome na Somália

<p>Ban Ki-moon (e) participa de uma entrevista coletiva com o presidente da Somália, Hassan Mahamud, em Mogadíscio</p>

AFP - publicado em 29/10/14

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, pediu nesta quarta-feira, em Mogadíscio, mais fundos para evitar que a Somália, um país devastado pela guerra, sofra novamente com a fome.

"Peço expressamente aos doadores para que aumentem suas contribuições para evitar outra crise de fome na Somália", disse durante uma breve visita à capital somali.

Ban visitou pela última vez Mogadíscio em dezembro de 2011, quando o país sofria com a fome, segundo a ONU.

O secretário, acompanhado pelo presidente do Banco Mundial, Jim Yong Kim, reuniu-se nesta quarta-feira com o chefe do Estado somali, Hassan Sheikh Mohamud, no aeroporto de Mogadíscio em meio a forte esquema de segurança, segundo a presidência somali em sua conta Twitter.

Os chefes da ONU e do BM não saíram do aeroporto que abriga a sede da força da União Africana na Somália (Amisom).

Os islamitas somalis shebab perderam todos os seus redutos no centro e sul do país ao longo dos últimos anos, mas multiplicaram as operações guerrilheiras, principalmente com atentados com carro-bomba contra alvos oficiais, como o palácio presidencial ou o parlamento.

Em agosto, uma delegação de embaixadores do Conselho de Segurança visitou a Somália e, em setembro, especialistas da ONU alertaram para a dramática situação humanitária vivida pelo país depois de duas décadas de guerra civil.

De acordo com o Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA por sua sigla em inglês), cerca de 218 mil crianças menores de cinco anos sofrem de desnutrição e mais de um milhão de pessoas estão passando fome.

A ONU afirma ter poucos meios financeiros para lidar com esta catástrofe, tendo arrecadado apenas um pouco mais de um terço dos 933 milhões de dólares necessários.

A Somália carece de autoridade central desde a queda do regime do presidente Siad Barre em 1991, o que mergulhou o país no caos, principalmente com a ação de milícias e grupos islamitas.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
KOMUNIA NA RĘKĘ
Claudio de Castro
Padre chora copiosamente diante da falta de respeito com a Eucari...
2
PRAYER
Desde la Fe
Coisas que você não deve fazer na Missa e talvez não saiba
3
RECONSTRUCTED CHRIST
Lucandrea Massaro
Assim era Jesus: o misterioso Homem do Sudário, reconstruído em 3...
4
HOLY FAMILY
Philip Kosloski
A antiga oração a São José que é “conhecida por nunca ter falhado...
5
MEXICO
Pablo Cesio
México: homem chega à própria missa de corpo presente
6
missionárias mártires iêmen
Reportagem local
A corajosa última oração destas 4 freiras antes de serem mortas p...
7
PRAY YOUNG
Arquidiocese de São Paulo
Rezar o terço sem contemplar os mistérios é válido?
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia