Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 05 Dezembro |
São Saba
home iconAtualidade
line break icon

Jihadistas do EI torturaram crianças curdas

<p>(Reprodução) Vídeo divulgado pelo Estado Islâmico em março mostra jihadistas na província iraquiana de Anbar</p>

Agências de Notícias - publicado em 04/11/14

As crianças contaram ter sido espancadas com tubos e cabos elétricos e obrigadas a ver vídeos de decapitações

Os jihadistas do grupo Estado Islâmico (EI) espancaram e torturaram dezenas de crianças e adolescentes originários de Kobane, que foram sequestrados antes do sítio a esta cidade curdo-síria, acusou nesta terça-feira a ONG Human Rights Watch (HRW).

Estes meninos, entre 14 e 16 anos, faziam parte de um grupo de 153 jovens sequestrados pelo EI em 29 de maio passado, quando voltavam para Kobane.

Os últimos 25, colocados em liberdade na semana passada, contaram ter sido espancados com tubos e cabos elétricos e obrigados a ver vídeos de decapitações e ataques cometidos por seus carcereiros.

"Desde o começo da revolta síria, as crianças sofreram os horrores da detenção e da tortura, primeiro por parte do governo (do presidente sírio Bashar al) Assad, e agora do EI", declarou Fred Abrahams, responsável pelos direitos da infância na HRW.

Segundo os testemunhos de quatro crianças, os jihadistas espancavam os adolescentes que tentava fugir ou que quebravam as normas estabelecidas durante os "cursos de religião".

Os mais perseguidos eram os meninos ligados a combatentes das Unidades de Proteção do Povo (YPG), a milícia armada curta que defende Kobane há mais de seis semanas.

"Eles pediam que a gente desse o endereço de nossas famílias, dizendo: ‘quando voltarmos a Kobane, vamos atacá-los e despedaçá-los’", contou um adolescente de 15 anos.

Os meninos também disseram que só comiam duas vezes por dia, tinham de rezar cinco vezes diariamente e seguir cursos de religião islâmica. Segundo eles, seus carcereiros eram sírios, jordanianos, líbios, tunisianos e sauditas.

(AFP)

Tags:
MundoPerseguição
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
HUG
Dolors Massot
Médico abraça paciente com Covid-19 que chora...
PADRE NO ALTAR DA MISSA
Reportagem local
Missa de Crisma é interrompida por policiais ...
Missa de Crisma
Reportagem local
Arcebispo detona interrupção de Missa: "Ocorr...
BOKO HARAM NIGÉRIA
Francisco Vêneto
Terroristas islâmicos degolam mais de 100 pes...
Bispo brasileiro Dom Antônio Carlos Rossi Keller
Reportagem local
Mais um bispo brasileiro detona: "Autoridades...
Aleteia Brasil
Oração do Advento
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia