Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Segunda-feira 02 Agosto |
home iconAtualidade
line break icon

Papa Francisco sobre a fome: “primeira preocupação deve ser a pessoa”

Clarissa Oliveira - publicado em 20/11/14

Visita do Papa à Segunda Conferência Internacional sobre Nutrição, na FAO

Na manhã desta quinta-feira, 20 de outubro, o Papa Francisco visitou a sede da FAO (Organização para a Alimentação e Agricultura das Nações Unidas), em Roma, por ocasião da Segunda Conferência Internacional sobre Nutrição

Durante seu discurso, o Papa disse que “o direito à alimentação só será garantido se nos preocuparmos com o sujeito real, ou seja, com a pessoa que sofre os efeitos da fome e da desnutrição”. São estas pessoas que nos pedem algo simples, “a dignidade, não esmola”.

Citando vários problemas atuais, ele ressaltou que a “primeira preocupação precisa ser a própria pessoa; aqueles que carecem de alimento cotidiano e que deixaram de pensar na vida, nas relações familiares e sociais e lutam apenas pela sobrevivência”.

O Papa acrescentou que a falta de solidariedade é o segundo grande desafio a ser enfrentado. De forma espontânea disse que é “uma palavra que inconscientemente queremos tirar do dicionário”. E continuou: “quando falta a solidariedade em um país, sente-se em todo o mundo. A solidariedade é a atitude que torna as pessoas capazes de ir ao encontro do próximo e fundar suas relações mútuas neste sentimento de fraternidade que vai além das diferenças e dos limites, e encoraja a procurarmos, juntos, o bem comum”.

A linguagem compreendida por todos e que é fonte inesgotável de inspiração é a lei natural, continuou o Papa, “uma linguagem que todos podem entender: amor, justiça, paz, elementos inseparáveis entre si. Como as pessoas, também os Estados e as instituições internacionais são chamaos a acolher e cultivar estes valores, no espírito de diálogo e escuta recíproca. Deste modo, o objetivo de nutrir a família humana se torna factível”.

O Papa repreendeu as pressões políticas e econômicas que vivem muitas nações em relação à disponibilidade de alimentos, dizendo que são “inaceitáveis”, e acrescentou espontaneamente: “Penso na nossa irmã e mãe Terra, o Planeta. Devemos ser livres de pressões políticas e econômicas para cuidar dela, para evitar que se autodestrua. Lembro-me da frase que escutei uma vez de um ancião há muitos anos: ‘Deus perdoa sempre, os homens às vezes, a Terra nunca’. É preciso cuidar da irmã e mãe Terra para que ela não responda com a destruição”.

Ao saudar os trabalhadores da FAO disse: “obrigado pelo serviço de vocês neste empreendimento internacional, que visa a reduzir a fome crônica ao redor do mundo e desenvolver as áreas de alimentação e agricultura. Sei que vocês têm um espírito de solidariedade e compreensão para com todos e que sabem ir além para enxergar acima de cada ação os rostos desanimados e as situações dramáticas de pessoas que são provadas pela fome e pela sede. Sede! A água não é grátis, como pensamos tantas vezes. Pode ser o grave problema a nos levar a uma guerra.”

O Papa Francisco finalizou sua visita à FAO concluindo o discurso aos trabalhadores: “convido-vos a serem carinhosos e solidários com os mais frágeis (…). O trabalho silencioso de vocês é em favor das pessoas famintas (…), estas pessoas não pedem outra coisa além da dignidade. Nos pedem dignidade, não esmola! Este é o trabalho de vocês: ajudar para que chegue a eles a dignidade”.

Tags:
fomeMundoPapa FranciscoSaúde
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
1
SIMONE BILES
Cerith Gardiner
Simone Biles deixa as Olimpíadas com uma lição importante para to...
2
Batizado de Davi Henrique, 6 anos
Reportagem local
Davi, de 6 anos, reclama do padre no batizado: “Tá sabendo ...
3
HIDILYN DIAZ
Cerith Gardiner
Olimpíadas: depois de ganhar o ouro, atleta exibe outra medalha e...
4
David Arias
Reportagem local
Ex-satanista mexicano retorna à Igreja e testemunha: “O ter...
5
Philip Kosloski
Mesmo com ouro e glória, Michael Phelps foi ao fundo do poço – ma...
6
Pessoa idosa rezando o terço
Reportagem local
Brasil: carta de despedida de bisavó de 96 anos comove as redes s...
7
Claudio de Castro
Como salvar nossas almas nos últimos minutos antes da morte
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia