Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quarta-feira 04 Agosto |
São João Maria Vianney
home iconAtualidade
line break icon

Curdos sírios ganham espaço frente ao Estado Islâmico em Kobane

<p>Os combatentes curdos ganharam espaço em Kobane, uma cidade curda na Síria perto da fronteira com a Turquia onde os jihadistas do grupo Estado Islâmico (EI), que tentam controlá-la, perderam 18 combatentes, anunciou nesta segunda-feira o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH)</p>

AFP - publicado em 24/11/14

Os combatentes curdos ganharam espaço em Kobane, uma cidade curda na Síria perto da fronteira com a Turquia onde os jihadistas do grupo Estado Islâmico (EI), que tentam controlá-la, perderam 18 combatentes, anunciou nesta segunda-feira o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

Os combatentes das Unidades de Proteção Popular (YPG), a milícia dos curdos sírios, avançaram no leste e no nordeste de Kobane, disse esta ONG.

"Ao menos 18 jihadistas do Estado Islâmico e um número indeterminado de combatentes curdos morreram nos confrontos", disse à AFP Rami Abdel Rahman, diretor do OSDH.

Ambas as partes estão utilizando armas pesadas, acrescentou Rahman, que apontou que Kobane segue dividida em partes iguais entre os curdos e os jihadistas, que lançaram o ataque contra a cidade há três meses.

Os combatentes curdos resistiram à ofensiva jihadista, que no início parecia imparável, graças ao apoio aéreo da coalizão de países árabes e ocidentais dirigida pelos Estados Unidos.

A coalizão realizou ao menos cinco ataques aéreos em Kobane durante a noite, indicou o OSDH.

Em outra frente do complexo conflito sírio, as forças rebeldes, que incluem milicianos da Frente al-Nosra, braço da Al-Qaeda na Síria, aumentaram a pressão sobre a localidade xiita de Zahraa, favorável ao governo do presidente sírio Bashar al-Assad.

Zahraa, no oeste da Síria, está cercada há 18 meses e os combates nesta localidade e em Nubol, outro povoado xiita, são muito violentos, indicou a fonte, que informa sobre a morte de oito rebeldes e um civil.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Reportagem local
Gritos levam polícia à casa de dois idosos, que choravam copiosam...
2
Sintomas da depressão
Reportagem local
8 sintomas físicos da depressão: fique atento a si mesmo e ao seu...
3
Philip Kosloski
Mesmo com ouro e glória, Michael Phelps foi ao fundo do poço – ma...
4
Pe. Edward Looney
Padre revela: por que sempre levo água benta comigo ao viajar
5
MAN
Reportagem local
Oração da noite para serenar o espírito e pacificar a ansiedade
6
sacerdotes
Reportagem local
Suicídio de sacerdotes: desabafo de padre brasileiro comove as re...
7
Aleteia Brasil
Sorrisão e joelhos: 2 pais brasileiros e seus bebês que emocionar...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia