Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 31 Julho |
Santo Inácio de Loyola
home iconEstilo de vida
line break icon

Pela primeira vez, aos 100 anos

Ruby Holt / Facebook

Dopo 100 anni vede per la prima volta il mare: la storia di Ruby commuove gli Usa

Corrado Paolucci - publicado em 24/11/14

A história de uma senhora que viu o oceano pela primeira vez em sua vida nos faz refletir sobre a dignidade dos anciãos

Os anciãos representam a história, a nossa história. São aqueles que gastaram suas vidas para o bem da sociedade e de suas famílias. Homens e mulheres que construíram o “terreno” sobre o qual vivemos agora. Muito do que nos parece acessível, para eles era um grande desafio, uma conquista diária. Mas o valor da vida deles não vem daquilo que fizeram no passado. Seus desejos têm uma dignidade presente, enquanto seres vivos, queridos e amados em cada instante.

Um sonho grande como o oceano

A história de Ruby Holt, que completará 101 anos em dezembro, fala de um sonho. Esta senhora, que agora vive em um asilo, passou sua vida entre a criação dos 4 filhos e o trabalho duro na fábrica, dedicando corpo e alma ao futuro da família. Isto, porém, não a impediu de conservar no coração um grande sonho: ver de perto o mar. Ruby nunca teve tempo e dinheiro para se distanciar da cidade natal, Giles County, no Tennessee. 

A primeira vez, aos 100 anos

Graças a uma parceria entre o centro que a hospeda e a organização Wish of a Lifetime (WOL), que realiza desejos de pessoas anciãs, foi possível colocar a sua disposição três noites em um quarto na praia em Orange Beach, Alabama. Desta forma, Ruby se hospedou no Perdido Beach Resort, com vista para o Golfo do México, e pôde colocar, pela primeira vez, os pés na areia e na água do mar. “Ouvi muito falar do quanto era bonito o mar e queria vê-lo – disse a senhor – mas até agora, nunca tive a oportunidade” (La Stampa, 21 de novembro). A missão do WOL é merecida: os anciãos são aqueles que, muitas vezes, deram suas vidas pela sociedade, pela família e hoje são respeitados e ajudados (Avvenire, 22 de novembro).

Tags:
Vida
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
SIMONE BILES
Cerith Gardiner
Simone Biles deixa as Olimpíadas com uma lição importante para to...
2
Ítalo Ferreira
Reportagem local
Ouro no surfe em Tóquio, Ítalo Ferreira rezou todos os dias às 3h...
3
Batizado de Davi Henrique, 6 anos
Reportagem local
Davi, de 6 anos, reclama do padre no batizado: “Tá sabendo ...
4
HIDILYN DIAZ
Cerith Gardiner
Olimpíadas: depois de ganhar o ouro, atleta exibe outra medalha e...
5
David Arias
Reportagem local
Ex-satanista mexicano retorna à Igreja e testemunha: “O ter...
6
Claudio de Castro
Como salvar nossas almas nos últimos minutos antes da morte
7
Pessoa idosa rezando o terço
Reportagem local
Brasil: carta de despedida de bisavó de 96 anos comove as redes s...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia