Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Terça-feira 19 Outubro |
Santos Mártires Canadenses
Aleteia logo
home iconReligião
line break icon

Como orar?

Eric Tornlov

Arquidiocese de Madri - publicado em 27/11/14

Sugestões práticas para começar a dialogar com Deus e um guia com passagens bíblicas para cada momento da vida

A oração é algo simples, tão simples como respirar. É a respiração da alma. Não precisa de muita preparação. Certamente, a oração vocal (Pai-Nosso, Ave-Maria etc.) é uma forma de orar, mas só tem seu verdadeiro sentido quando serve para nos levar a uma oração interior e profunda ou é expressão dela.

1. Preparo meu coração para orar

O mais importante é a atitude de busca de Deus e o silêncio interior, que é um pouco difícil, porque estamos cheios de barulho; mas é imprescindível para entrar em oração.

Para começar, tento deixar de lado as preocupações, angústias, estresse, inquietudes etc., para ir percebendo que estou com o Senhor, quem me escuta e fala comigo. E, nesse momento, isso é o mais importante e o único que conta.

Dirijo um olhar ao sacrário, onde Jesus está presente, ou ao crucifixo; e digo ao Senhor que Ele está aqui, junto a mim, amando-me, escutando-me, acolhendo-me. É muito bom entrar na experiência de que Deus me ama, sabendo que é algo delicado (não difícil), porque é mais fácil amar que deixar-nos amar.

Reconheço minhas dificuldades, problemas, misérias e pecados – não para ficar só pensando nisso, mas para tomar consciência da minha pobreza. Sei que não posso me encontrar com Deus sendo tão pobre assim, mas confio na sua graça. Coloco nas suas mãos tudo o que sou e tenho e me abandono em sua misericórdia. Peço ao Espírito Santo que me ajude a orar, porque sou fraco (cf. Romanos 8, 23).

2. Leitura da Palavra de Deus

Pego um texto da Bíblia, de preferência dos Evangelhos, das cartas de São Paulo, dos Salmos ou dos profetas. Talvez o mais simples seja ler alguma das leituras da missa do dia, especialmente do Evangelho.

Sou consciente de que não se trata de qualquer leitura: esse livro é muito diferente de qualquer outro; as palavras que contém são Palavra de Deus, a palavra que Deus dirige à Igreja e a mim, neste momento.

Não preciso correr. Faço uma leitura serena, sem pressa. O importante não é ler muito, mas mergulhar no que leio, chegando a descobrir o que Deus quer me dizer.

Depois de ler algumas frases, convém voltar a lê-las várias vezes, como se quiséssemos memorizá-las.

Mantendo sempre a paz interior, vamos prestando atenção no mais importante do que lemos: talvez uma expressão, ou até uma simples palavra. Repetimos isso muito devagar, para guardar no coração, tentando captar todo o mistério que possui e que mal consigo vislumbrar nesse momento. Vou descobrindo então o que o Senhor me diz.

Se não tenho a Bíblia ou um missal à mão, posso utilizar algum dos textos que aparecem no final deste artigo, procurando prestar atenção em apenas um deles.

3. Meditação

Pouco a pouco, vai permanecendo no meu coração uma espécie de eco da palavra que li e captei. Tento acolhê-la para descobrir o que o Senhor me diz. Para isso, procuro imaginar o que o Senhor sente e como agiria no meu lugar. Tento encontrar o eco concreto que sua Palavra tem na minha vida, evitando moralizar ou fazer propósitos agora, procurando sintonizar meus sentimentos e atitudes com os do Senhor.

Em clima de paz interior, tento responder à Palavra sobre a qual medito. É o momento de ver o que quero dizer ao Senhor. Entramos em um verdadeiro diálogo interior que tem de ir se realizando com poucas palavras, na intimidade da comunicação de coração a coração.

4. Contemplação

Cada vez vai havendo mais silêncio, até que me encontro, com tudo o que sou e tenho, diante do Senhor. A Palavra de Deus, que li e sobre a qual meditei, fica como um eco que ressoa no coração. Tudo vai ficando em silêncio, e esse eco vai se gravando no meu interior, como orvalho suave que empapa a terra. Vou me deixando empapar por Deus, sempre em paz e silêncio.

  • 1
  • 2
  • 3
Tags:
DeusOração
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Pe. Zezinho
Reportagem local
Pe. Zezinho faz alerta sobre orações de cura e libertação
2
AVENIDO BROTHERS
Agnès Pinard Legry
Três irmãos são ordenados padres no mesmo dia
3
MARRIAGE
Matrimonio cristiano
Beijar a aliança todos os dias: uma indulgência especial aos casa...
4
COMMUNION
Philip Kosloski
Oração ao seu anjo da guarda antes de receber a comunhão
5
Aleteia Brasil
O segredo da cidade bósnia onde jamais houve um divórcio
6
Reportagem local
O grande crucifixo submerso que só pode ser visto quando o lago c...
7
VENEZUELA
Ramón Antonio Pérez
Quando a vida surge do abuso atroz a uma jovem deficiente
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia