Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 17 Janeiro |
home iconAtualidade
line break icon

Governo de Hong Kong declara fim de protesto

<p>Manifestante é preso por se negar a deixar o local dos protestos pró-democracia</p>

AFP - publicado em 15/12/14

O governo de Hong Kong declarou nesta segunda-feira o fim dos protestos dos manifestantes pró-democracia, iniciados em setembro, depois que a polícia desalojou o último acampamento e prendeu algumas pessoas.

"Após a retirada da área ocupada em Causeway Bay, este episódio de ocupação ilegal que durou mais de dois meses pode ser considerado encerrado", disse o chefe do governo local, Leung Chun-ying.

O movimento provocou "graves perdas" à economia local e provocou a "erosão" do estado de Direito, completou Leung Chun-ying.

O acampamento que restava era o menor de todos os locais que foram ocupados em 28 de setembro pelos manifestantes, que exigiam a instauração de um sufrágio universal pleno na ex-colônia britânica.

O local contava com 20 manifestantes, que desmontaram as barracas após a intervenção policial.

Mas os manifestantes destacaram que pretendem retornar aos protestos.

"Estou pronta para sair, não quero ser detida, Quero continuar viva para novos confrontos", disse à AFP Judy Kong.

Na semana passada, a polícia desmantelou o principal acampamento dos manifestantes, no bairro de Admiralty, muito perto das sedes das instituições públicas.

Os manifestantes, em sua maioria estudantes e jovens trabalhadores, exigiam a instauração de um verdadeiro sufrágio universal e denunciavam o controle de Pequim sobre os candidatos ao posto de chefe do Executivo local.

A China aceita o princípio do sufrágio universal para a eleição do próximo chefe do Executivo de Hong Kong em 2017, mas exige que os candidatos recebam o aval de um comitê, o que, segundo os manifestantes pró-democracia, resultaria na escolha de um candidato controlado por Pequim.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
Aleteia Brasil
Na íntegra: as três partes do Segredo de Fáti...
UNPLANNED
Jaime Septién
Filme contra o aborto arrasa nas bilheterias ...
BABY BAPTISM
Padre Reginaldo Manzotti
Por que é tão importante batizar uma criança?
Deserto de Negev
Francisco Vêneto
Pedra de 1.400 anos com inscrição mariana é e...
KRZYŻYK NA CZOLE
Beatriz Camargo
60 nomes de bebês que carregam mensagens pode...
Reportagem local
Papa Francisco: cuidado com os cristãos que s...
POPE JOHN PAUL II
Philip Kosloski
"Não tenhais medo": a frase mais usada por Sã...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia