Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 17 Janeiro |
home iconAtualidade
line break icon

Tomada de bases militares sírias pela Al-Qaeda deixa quase 200 mortos

<p>(15 dez) Soldados sírios observam o corpo de um rebelde na região de Aleppo</p>

AFP - publicado em 16/12/14

Quase 200 soldados sírios e jihadistas morreram em 24 horas na tomada de duas bases militares pelo braço sírio da Al-Qaeda na região noroeste do país, informou a ONG Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

Pelo menos 120 soldados do regime de Bashar al-Assad foram feitos prisioneiros por parte da Frente Al-Nusra, segundo o OSDH, que tem uma ampla rede de informantes na Síria.

"Pelo menos 100 pessoas morreram do lado do regime e 80 entre os extremistas em confrontos, bombardeios e minas", declarou Rami Abdel Rahman, diretor da ONG.

De acordo com Rahman, pelo menos 120 soldados foram feitos prisioneiros e outros fugiram a pé ou em veículos para a cidade de Morek, na província de Hama.

Na segunda-feira, a Frente al-Nusra, apoiada pelos grupos islamitas radicais Ahrar Al-Sham e Jund Al-Aqsa, tomou o controle do campo Wasi al-Deif e mais tarde a base de Hamidiy.

As duas operações constituíram um grande golpe para o governo de Bashar al-Assad, dando aos jihadistas o controle da maior parte da província.

Além disso, os extremistas se posicionaram em várias localidades da região, segundo o Observatório.

A tomada também constitui uma derrota para os rebeldes da oposição síria, apoiados pelo Ocidente, que no mês passado foram expulsos pela Frente al-Nusra da maior parte de Idleb.

A província de Idleb foi uma das primeiras que o governo perdeu o controle, pouco depois da revolta de 2011 contra Assad, que evoluiu para uma brutal guerra civil depois que o regime iniciou uma dura repressão.

Mais de 200.000 pessoas morreram na Síria desde o início do conflito, em março de 2011.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
Aleteia Brasil
Na íntegra: as três partes do Segredo de Fáti...
UNPLANNED
Jaime Septién
Filme contra o aborto arrasa nas bilheterias ...
BABY BAPTISM
Padre Reginaldo Manzotti
Por que é tão importante batizar uma criança?
Deserto de Negev
Francisco Vêneto
Pedra de 1.400 anos com inscrição mariana é e...
KRZYŻYK NA CZOLE
Beatriz Camargo
60 nomes de bebês que carregam mensagens pode...
Reportagem local
Papa Francisco: cuidado com os cristãos que s...
POPE JOHN PAUL II
Philip Kosloski
"Não tenhais medo": a frase mais usada por Sã...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia