Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 23 Julho |
Bem-aventurada Joana de Orvieto
home iconAtualidade
line break icon

Atentado contra ônibus escolar deixa 26 mortos no Iêmen

<p>Manifestante iemenita é visto durante ato em Aden, em 15 de dezembro de 2014</p>

AFP - publicado em 17/12/14

Um atentado com carro-bomba contra um dirigente de uma milícia xiita deixou 26 mortos, incluindo 16 crianças, na terça-feira, informaram fontes de segurança e médicas.

As crianças morreram na explosão de seu ônibus escolar, em consequência do ataque contra a casa do líder da milícia xiita "huthi" na localidade de Rada, Abdallah Idris, afirmou à AFP uma fonte das forças de segurança.

"O atentado deixou pelo menos 26 mortos, incluindo 16 crianças", declarou esta fonte, afirmando que o ataque tinha "a marca da Al-Qaeda".

O ministério da Defesa confirmou em seu site na internet o balanço, qualificando de "covarde ataque terrorista contra a casa de um cidadão e um ônibus escolar".

No ataque "resultou a morte de 16 estudantes e 10 cidadãos", declarou uma fonte militar, citada no site do ministério, que apontou como responsáveis "terroristas da rede Al Qaeda".

As milícias xiitas e a Al-Qaeda tentam há meses tomar o controle de Rada, na província de Al Baida.

Os atentados se multiplicaram desde que os milicianos xiitas reforçaram no outono sua presença em Rada, como parte de sua ofensiva iniciada em seu reduto, no norte do país, e dali tomar a capital, Sanaa, em setembro, e em seguida regiões do centro e do oeste do Iêmen.

Em seu avanço foram confrontados à hostilidade das tribos sunitas e da Al-Qaeda, que prometeram uma guerra sem piedade contra milicianos xiitas.

A rivalidade entre os grupos armados enfraqueceu ainda mais o poder. Prova desta fragilidade, o executivo de Jaled Bahah, formado no começo de novembro, não obteve nesta terça-feira o aval do Parlamento, ao fim de uma sessão da qual o partido majoritário, o Congresso Popular Geral (CPG), se retirou.

Os deputados do CPG se retiraram em protesto pelo fim da permanência de seu partido em Aden, a principal cidade do sul do Iêmen.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Aleteia Brasil
Sorrisão e joelhos: 2 pais brasileiros e seus bebês que emocionar...
2
CROSS;
Reportagem local
O que significa o sinal da cruz feito sobre a testa, os lábios e ...
3
Reportagem local
A arrepiante oração escrita pela mulher que está no corredor da m...
4
PRIEST-EUCHARIST-ELEVATION-HOST
Philip Kosloski
O que devemos rezar quando o padre eleva a hóstia e o cálice?
5
Mãe de Nina Rios, Fernanda Rocha Kanner exclui redes sociais da filha
Reportagem local
Brasil: médica exclui redes sociais da filha e recebe ataques e e...
6
Papa Francisco
Reportagem local
Papa: como não culpar Deus diante da morte de um ente querido
7
JENNIFER CHRISTIE
Jeff Christie
Minha mulher engravidou de um estuprador – e eu acolhi o bebê nas...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia