Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Terça-feira 27 Julho |
São Galactório
home iconAtualidade
line break icon

A luta dos cristãos perseguidos é nossa também

Aleteia Image/Antoine Mekary

Rachel Lu - publicado em 25/12/14

Deus traz luz e esperança para quem está nas trevas

O Advento terminou e os cristãos de todo o mundo se prepararam para celebrar o nascimento de Deus. Todos os corações humanos deveriam estar contentes com a boa nova de alegria revelada aos pastores há dois milênios. Mas há corações que têm particular necessidade de esperança e de alegria: para os cristãos perseguidos em todo o mundo, 2014 foi uma prova de fogo.

Não que seja um problema novo, pois os seguidores de Cristo foram perseguidos desde o tempo dos Apóstolos. Aqui no Ocidente, porém, tendemos a nos esquecer de que o martírio cristão não é apenas (nem principalmente) um fenômeno do passado. Os cristãos estão sendo torturados e mortos por causa da fé agora mesmo, todos os dias. Isso acontece em países que vão desde a África, como a Somália, a Eritreia e o Sudão, até o Sudeste asiático e o Extremo Oriente, o que inclui a China e, entre outros, partes da Índia, da Indonésia e do Vietnã, sem esquecer, de passagem, das ilhas Maldivas, no Pacífico, onde o culto cristão, incluindo casamentos e funerais, é proibido. Os cristãos têm medo de falar da fé até mesmo dentro de casa. Na ditadura laica brutalmente repressiva da Coreia do Norte, dezenas de milhares de cristãos estão detidos em campos de trabalho por causa de "crimes" como ter uma bíblia ou ir para a igreja. Sobreviventes relatam que os prisioneiros são torturados e tão mal alimentados que cerca da metade morre de desnutrição.

Terrível tem sido também o tratamento dado aos cristãos iraquianos. Centenas de milhares deles fugiram do horror do Estado Islâmico (EI) e dos seus militantes dispostos a "limpar" o Iraque do cristianismo. Em questão de semanas, a milenar população cristã do Iraque foi dizimada e suas perspectivas de retorno são sombrias. Muitas igrejas e lugares de peregrinação com séculos de história foram destruídos pelo EI. Há muitas crianças entre os cristãos martirizados pelos fanáticos desse grupo terrorista.

Essas histórias nos dão uma sensação paralisante de impotência. Os cristãos perseguidos estão espalhados por todo o planeta e as suas circunstâncias sociais e políticas são amplamente diversificadas. O que nós realmente podemos fazer? Não há solução fácil para as circunstâncias políticas que tornam a vida tão insuportável e a morte violenta uma ameaça tão perene para muitos cristãos do mundo.

Mesmo assim, há organizações que fazem esforços heroicos para ajudar os cristãos perseguidos. Em alguns casos, a pressão política consegue resultados. A Coreia do Norte pode não atender o Departamento de Estado norte-americano, mas a Índia atende. Manter-nos informados também ajuda, porque nos permite entender quando é que a pressão ocidental consegue fazer a diferença.

A nossa impotência para ajudar os que mais sofrem, no entanto, continua se fazendo sentir, especialmente no Natal, quando nos lembramos da luz e da esperança que Deus trouxe aos que habitavam nas trevas e pensamos nos cristãos ainda perseguidos e assassinados, muitos deles dando a vida voluntariamente como testemunho de Cristo. Devemos nos sentir honrados pela coragem dos nossos irmãos e exercer pelo menos o privilégio de orar por essas comunidades cristãs que sofrem provações tão intensas.

Em sentido muito real, a luta deles é também nossa. É fácil nos sentirmos alheios ao problema da perseguição religiosa no exterior, mas não devemos perder de vista a real dimensão espiritual e religiosa desses conflitos. Os cristãos não são os únicos perseguidos; também os judeus, por exemplo, há séculos enfrentam perseguição mundo afora. Entretanto, não é por acaso que o cristianismo entra na mira dos tiranos e dos opressores. Os

  • 1
  • 2
Tags:
CristãosPerseguição
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Reportagem local
A arrepiante oração de uma mulher no corredor da morte por ser ca...
2
st charbel
Reportagem local
Por acaso não está acontecendo o que São Charbel disse?
3
Aleteia Brasil
Sorrisão e joelhos: 2 pais brasileiros e seus bebês que emocionar...
4
CROSS;
Reportagem local
O que significa o sinal da cruz feito sobre a testa, os lábios e ...
5
JENNIFER CHRISTIE
Jeff Christie
Minha mulher engravidou de um estuprador – e eu acolhi o bebê nas...
6
CONFESSION, PRIEST, WOMAN
Julio De la Vega Hazas
Por que não posso me confessar diretamente com Deus?
7
Anna Gębalska-Berekets
O que falar (e o que não falar) a um ente querido com câncer
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia