Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quarta-feira 20 Janeiro |
São Sebastião
home iconHistórias Inspiradoras
line break icon

Morador de rua devolve celular a empresário, recusa dinheiro e é contratado

Correio Brasiliense

Razões para Acreditar - publicado em 29/12/14

Para renovar a esperança

No último fim de semana de 2014, a perda de um telefone celular acabou por fazer um empresário e um morador de rua se alegrarem com o valor da solidariedade. Leonardo recuperou o seu aparelho e — o mais importante — a esperança na bondade das pessoas, e Gustavo ganhou uma perspectiva de futuro melhor para ele e os filhos.

O empresário Leonardo Buzzi, 41 anos, perdeu um celular no estacionamento do Centro Comercial Gilberto Salomão, no Lago Sul. Sem perceber, deixou o telefone cair ao sair do carro para ir ao banco. Quatro horas depois, após conseguir contato com Gustavo, o homem que havia achado o aparelho, Leonardo recebeu o objeto de volta e ficou impressionado com o caráter da pessoa à sua frente, decidida a não aceitar recompensa em dinheiro. Ao fim da conversa, animado com a chance de retribuir a bondade, o empresário fez uma oferta de trabalho a Gustavo. Com isso, o ano- novo do morador de rua deve ser melhor que o Natal.

“Eu não mereço esse dinheiro porque não fiz nada demais. Fiz o que tem de ser feito”, foi a reação de Gustavo assim que o empresário lhe ofereceu R$ 100 em agradecimento. Descobrir o paradeiro do telefone exigiu paciência. “Só fui me dar conta de que havia perdido o celular horas depois. Comecei a ligar para o meu número, e sempre caía na caixa-postal. Lembrei que o aparelho estava com a bateria fraca e achei melhor esperar um pouco”, conta Leonardo.

Após um tempo, Leonardo tentou novamente. Gustavo atendeu a ligação e disse ter encontrado o objeto. “Ele (Gustavo) estava andando no estacionamento, viu o celular e ficou esperando alguém voltar para buscar. Depois, pediu um carregador emprestado em uma loja e recarregou o aparelho para que pudessem ligar”, continua o empresário. Quando Leonardo perguntou onde o rapaz morava para que pudesse ir ao seu encontro, ouviu uma resposta envergonhada: “Ele disse que morava na rua, e foi aí que começou a minha surpresa”.

Os dois combinaram de se encontrarem no mesmo estacionamento. Na noite de sábado, ao conhecer Gustavo, Leonardo se impressionou com a história dele. O rapaz perdeu tudo o que tinha e estava procurando emprego. Vivia por ali, longe dos filhos, e aceitaria fazer o trabalho que aparecesse. Enquanto nada surgia, contava com a colaboração das pessoas. O empresário ofereceu ao rapaz uma sacola com roupas que não lhe serviam mais e R$ 100. “Queria ajudá-lo ao máximo”, diz Leonardo.

No primeiro momento, o jovem recusou a ajuda e disse ter apenas feito o que deveria. “Fiquei surpreso. Aquele telefone significaria dias de tranquilidade ou mesmo de loucura na vida dele. Mas o caráter do Gustavo me chamou a atenção. Para mim, é a qualidade mais importante em uma pessoa”, conta o empresário. 

Natal sozinho

Durante a conversa, Gustavo deixou escapar que passar o Natal sozinho, na rua, foi um dos piores momentos vividos por ele. “Foi quando eu me lembrei que estava organizando uma festa de fim de ano e o chamei para trabalhar comigo na montagem do evento”, detalha Leonardo, dono de um restaurante no Pontão do Lago Sul.

Gustavo e Leonardo acertaram que vão se encontrar hoje, na perspectiva de começarem um ano diferente. “Esse cidadão me deu esperança. Com tudo que vemos acontecer no mundo, perdemos a esperança nas pessoas. Estamos esquecendo de ter orgulho de nós mesmos como povo”, reflete o empresário. “Existem pessoas boas e temos que valorizar isso”, conclui.

Texto de Roberta Machado para o Correio Braziliense

(Via Razões para Acreditar)

Tags:
Esperançasolidariedade
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Pope Audience Wednesday
Vatican News
A importância de ir à Missa aos domingo, segundo o Papa Francisco
2
Aleteia Brasil
Na íntegra: as três partes do Segredo de Fátima - e uma interpret...
3
UNPLANNED
Jaime Septién
Filme contra o aborto arrasa nas bilheterias dos EUA
4
FATHER PIO
Maria Paola Daud
Quando Jesus conversou sobre o fim do mundo com o Padre Pio
5
FETUS
Francisco Vêneto
Abortos no mundo em 2021 já superam mortes por covid em toda a pa...
6
POPE AUDIENCE
Reportagem local
A oração de cura que pode ser dita várias vezes por dia
7
BLESSED CHILD
Philip Kosloski
Cubra seus filhos com a proteção de Deus através desta oração bíb...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia