Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quarta-feira 25 Maio |
São Dionísio 
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

ONG acusa Israel de ataque deliberado contra civis durante ofensiva em Gaza

<p>(Arquivo) Uma organização israelense de defesa dos direitos humanos acusou nesta quarta-feira o Exército israelense de ter bombardeado de maneira deliberada áreas da Faixa de Gaza nas quais sabia que morreriam civis, as primeiras vítimas da ofensiva durante o verão</p>

AFP - publicado em 28/01/15

Uma organização israelense de defesa dos direitos humanos acusou nesta quarta-feira o Exército israelense de ter bombardeado de maneira deliberada áreas da Faixa de Gaza nas quais sabia que morreriam civis, as primeiras vítimas da ofensiva durante o verão (hemisfério norte).

"Uma das marcas distintivas do conflito deste verão na Faixa de Gaza foram os numerosos ataques contra edifícios residenciais, destruídos quando seus habitantes estavam dentro", afirma um relatório da ONG B’Tselem.

As destruições foram "o resultado de uma política formulada pelas autoridades governamentais e o alto comando militar".

O exército israelense rebateu as acusações e afirmou que o movimento islamita Hamas utilizava civis como "escudos humanos".

"O exército israelense não ataca edifícios residenciais em Gaza, e sim objetivos militares que estão dentro de edifícios residenciais", afirma um comunicado das Forças Armadas.

"É de conhecimento que o Hamas usa edifícios residenciais e outras estruturas civis com fins militares (como depósitos de armas, centros de controle e de comando, posições de atiradores)", afirma a nota.

"O número elevado de edifícios aparentemente residenciais atacados não reflete uma política de castigo do exército israelense, e sim o amplo e sistemático uso destas estruturas por parte das organizações terroristas em Gaza", completa.

A ONG examinou 70 ataques que provocaram 606 mortos, incluindo 70% menores de idade ou pessoas com mais de 60 anos.

Em 50 dias, a ofensiva, terrestre e aérea, do exército israelense matou quase 2.200 palestinos – 70% civis segundo a ONU. Do lado israelense, 70 pessoas morreram, quase todos soldados.

"É verdade que o Hamas e outros movimentos ativos na Faixa de Gaza não respeitam o direito humanitário internacional. No entanto, isto não justifica os ataques e suas consequências para a população civil", segundo a ONG.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia