Aleteia logoAleteia logoAleteia
Domingo 05 Dezembro |
São Saba
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Nosso estranho desejo de que existam os extraterrestres: por quê?

Alein-Andreas-CC

David Mills - publicado em 29/01/15





Eu não entendo esse fascínio todo com a busca de vida extraterrestre. Quando eu era mais jovem e mais interessado nessas coisas, a conversa era sempre sobre a conquista do espaço pelo homem. Eu não me lembro de ninguém se importando tanto em achar evidências de vida longe da Terra. Teria sido até curioso, mas o verdadeiro entusiasmo era o de ir aonde ninguém tinha ido antes.

Quando morávamos em Nova Iorque, eu levei o nosso filho mais novo ao Museu Americano de História Natural para ver uma exposição chamada "Além do Planeta Terra". Quase toda ela abordava a possível descoberta de um micróbio aqui ou ali. Quem criou a exposição parece que achava que o principal objetivo da exploração do espaço era encontrar vida, mesmo que fosse apenas um germe sepultado bem fundo na camada de gelo de alguma lua de Júpiter.

Talvez seja dinheiro demais esbanjado para achar um micróbio. Não bastaria sairmos para explorar o espaço porque é isso o que a humanidade faz ou porque pode ser que encontremos por lá algumas coisas de que precisamos aqui na Terra? Chegar a Marte não é impressionante o suficiente, mesmo que seja um planeta completamente morto? Eu achei fascinante a parte da exposição que tratava da exploração de Marte; muito mais interessante do que as partes sobre a perfuração do gelo para encontrar micróbios. Afinal, o que está em jogo no caso de Marte é um importante aprendizado sobre a possibilidade de levarmos a humanidade para mais longe.

Isso me traz de volta à questão inicial, proposta pela escritora Sue Blackmore: será que as pessoas, e ela se refere em particular às pessoas laicas, têm mesmo medo de estar sozinhas no universo? Eu não sei o porquê desse medo, já que vivemos num mundo tão rico em pessoas. Mas, aparentemente, há, sim, bastante gente que tem esse medo.

Eu suspeito que essa busca por vida extraterrestre é impulsionada não tanto pela curiosidade intelectual quanto pelo desejo de sentir que não estamos mesmo sozinhos. Quem tem fé religiosa sabe que não estamos sós, mesmo que o homem seja a única espécie inteligente em todos os bilhões de planetas do universo. E, se Deus não existisse, o fato de que em algum lugar houvesse outros seres na mesma situação que nós não seria particularmente reconfortante. Significaria apenas, afinal de contas, que continuamos sozinhos no universo.
  • 1
  • 2
  • 3
Tags:
CiênciaCriação
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia