Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Leigos convocam Novena de Adoração Eucarística pelo Sínodo da Família

Compartilhar

A iniciativa selecionou como Padroeira a Santa Teresa de Lisieux

Como uma resposta ao chamado do Papa Francisco aos católicos de todo o mundo a orar pelo próximo Sínodo dos Bispos sobre a Família, uma organização de leigos italiana propôs realizar uma novena de oração com características especiais. Trata-se de uma novena de meses, não de dia, e a oração proposta é a Adoração Eucarística, quer dizer, a que se realiza diante do Santíssimo Sacramento. A intenção é encomendar especialmente a Igreja Universal, ao Santo Padre, os Padres sinodais e as famílias do Mundo à proteção do Sagrado Coração de Jesus.

Para levar a cabo a novena nos meses que antecedem o evento, os organizadores designaram a quinta-feira de cada mês, dia no qual muitas paróquias e capelas realizam Horas Santas e outros espaços de adoração. Várias destas datas coincidem com importantes solenidades litúrgicas em muitos países, o que motiva uma maior dedicação dos fiéis na iniciativa. Estas memórias especiais incluem a Quinta-feira Santa (na qual se pede aos participantes unicamente participar da liturgia e da adoração já prescritas pela Igreja para esse dia), o Corpus Christi, a Transfiguração do Senhor e a festa de Santa Teresa de Lisieux, entre outras.

A Sociedade da Adoração Eucarística para o Sínodo da Família, organização criada por seculares em Roma em 2014, informou que fiéis católicos na África, América, Ásia, Austrália e Europa já manifestaram sua intenção de unir-se à campanha de oração. Também pediram elevar este convite aos sacerdotes e religiosos de forma que se possam desenvolver as jornadas a nível paroquial, familiar ou pessoal segundo as circunstâncias particulares de cada pessoa ou comunidade católica. A iniciativa está aberta a distintas formas de aplicação como as Horas Santas comunitárias, a oração do Santo Rosário em família diante do Santíssimo ou a adoração pessoal diante do Sacrário.

A iniciativa selecionou como Padroeira a Santa Teresa de Lisieux, não somente porque o último dia da novena coincide com sua festa litúrgica, 1º de outubro, mas porque "nos mostra como uma alma adorando ao Senhor no Santíssimo Sacramento pode mudar o mundo", declarou a escritora e jornalista Diane Montagna, cofundadora da Sociedade à National Catholic Register. Também acrescentou que esta Santa pertende a uma família modelo de santidade que constitui "um exemplo resplandecente" reconhecido através da beatificação do casal Louis Martin e Celia Guerin, pais de Santa Teresa. Uma das suas irmãs, Leonie, se encontra na primeira etapa diocesana de seu processo de beatificação.

A iniciativa obteve o apoio do Cardeal Wilfred Napier, que é um dos quatro Presidentes do Conselho do Sínodo. O prelado descreveu a ideia de realizar uma Novena de Adoração como "uma das melhores preparações que a Igreja poderia fazer para a segunda sessão do Sínodo da Família", segundo informou NCRegister. As datas nas quais se desenvolverão as jornadas de Adoração da novena são 05 de fevereiro, 05 de março, 02 de abril, 07 de maio, 04 de junho, 02 de julho, 06 de agosto, 03 de setembro e 1º de outubro.

(Gaudium Press)