Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 28 Janeiro |
Santa Angela de Mérici
home iconAtualidade
line break icon

A respeitada instituição sunita Al-Azhar se revolta contra o EI

<p>O presidente francês François Hollande (esquerda) e o Grande Imã do Al-Azhar, uma das organizações sunitas mais respeitadas do Islãm, Sheikh Ahmed al-Tayeb (direita) são vistos em Riad, na Arábia Saudita, no dia 24 de janeiro de 2015</p>

AFP - publicado em 04/02/15

A Al-Azhar, que pregou a morte dos combatentes do grupo jihadista Estado Islâmico (EI), é uma das instituições do Islã sunita mais renomadas, com sede no Egito, mas cujas posições são muito respeitadas em todo o mundo árabe-muçulmano.

A instituição milenar é um dos principais centros teológicos do sunismo, o principal ramo do Islã, e defende há anos uma religião moderada e o diálogo com os cristãos.

Por isso não surpreendeu que a instituição tenha se levantado rapidamente contra os jihadistas do EI, que dizem querer instaurar um "Califado islâmico" e que impõem sobre os territórios que controlam no Iraque e na Síria uma interpretação brutal da sharia (lei islâmica).

O grupo, acusado de limpeza étnica e crimes contra a humanidade pela ONU, tem multiplicado seus abusos – decapitações, sequestros, crucificações – em áreas sob seu controle.

O grande imã da Al-Azhar, xeque Ahmed al-Tayeb, não hesitou em usar as palavras mais duras para condenar as ações do grupo em nome do Islã.

Há tempos, ele chamou os membros do EI de "criminosos" que "contaminam a imagem do Islã e os muçulmanos", denunciando os "crimes bárbaros" cometidos pelos extremistas.

Nesta quarta-feira, o grande imã condenou com firmeza a execução de um piloto jordaniano, queimado vivo pelos jihadistas, indicando que "o castigo previsto pelo Corão para estes agressores corruptos que combatem Alá e seu profeta é: a morte, a crucificação e a amputação de mãos e pés".

Em setembro, quando os Estados Unidos tentavam estabelecer uma coalizão internacional para lutar contra o EI, o secretário de Estado americano, John Kerry, não deixou de ressaltar durante uma visita ao Cairo a importância da Al-Azhar nesta luta.

Al-Azhar convidou no início de dezembro dezenas de clérigos muçulmanos e cristãos para uma conferência internacional sobre "terrorismo".

As autoridades religiosas reunidas no Cairo exortaram os cristãos do Oriente Médio a não fugir da região, apesar da perseguição pelos grupos terroristas.

Oficialmente, a Al-Azhar mantém distância da conservadora Irmandade Muçulmana e dos fundamentalistas salafistas, embora dentro da instituição haja apoiadores destas ideologias.

Seus críticos a acusam de, muitas vezes, se alinhar com as posições do governo egípcio ou ser muito conservadora em sua interpretação do Islã.

A Al-Azhar também supervisiona uma ampla rede de universidades em todo o país e continua a receber a cada ano alunos de todo o mundo muçulmano.

A mesquita-universidade foi fundada em 970 pela dinastia xiita dos Fatimidas, que governou o Egito de 969 até 1171. Com a queda da dinastia e a ascensão de um poder sunita, a instituição tornou-se sunita.

Al-Azhar, que significa "a mais bela" ou "mais bem sucedida" em árabe, foi nomeada em homenagem à Fátima al-Zahra, filha do profeta Maomé.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Pe. Robson de Oliveira
Reportagem local
Processo contra pe. Robson está arquivado definitivamente, notici...
2
BABY BAPTISM
Padre Reginaldo Manzotti
Por que é tão importante batizar uma criança?
3
ROSARY
Reportagem local
Exorcista alerta sobre os perigos de "falar" com os mortos
4
Larry Peterson
Ela se divorciou duas vezes, teve 8 filhos, virou freira e levou ...
5
READING
Gelsomino Del Guercio
3 regras fundamentais para os leitores da missa
6
Aleteia Brasil
Na íntegra: as três partes do Segredo de Fátima - e uma interpret...
7
FETUS
Francisco Vêneto
Abortos no mundo em 2021 já superam mortes por covid em toda a pa...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia