Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Cadastre-se e receba Aleteia diretamente em seu email. É de graça.
Receber

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Cabeleireiro passa todos os domingos cortando o cabelo de desabrigados

@markbustos
Compartilhar

Ele trabalha em um salão de luxo na cidade de Nova York, mas nem toda a sua clientela tem que ser rica para obter a qualidade de seus serviços

Mark Bustos é cabeleireiro em um salão de luxo na cidade de Nova York, mas nem toda a sua clientela tem que ser rica para obter a qualidade de seus serviços.

Ele passa todo domingo, seu único dia de folga do trabalho, aventurando-se pela cidade em busca de pessoas em necessidade, que gostariam de um corte de cabelo. Aproximando-se de cada pessoa com a mesma simples frase: “Quero fazer algo legal para você hoje”. Markfornece cortes para até seis pessoas todos os domingos, postando muitos estilos de cortes diferentes em sua conta do Instagram.

Mark tem cortado o cabelo dos menos favorecidos desde maio de 2012, quando ele viajou as Filipinas para visitar familiares. No exterior, ele pagou um proprietário de uma barbearia para alugar uma cadeira e prestar serviços para as crianças carentes que precisam de um novo olhar.

“A sensação foi tão gratificante, que decidi trazer a energia positiva de volta para Nova York”, disse Mark. Além também ter cortado o cabelo de necessitados na Jamaica, Costa Rica e Los Angeles.

Um dos clientes de Mark, Jim de Long Beach, Califórnia, que tinha sido libertado da prisão duas semanas antes de seu corte de cabelo, disse “Cada vida humana vale o mesmo”. Mark escreveu na legenda. “Todos nós merecemos uma segunda chance”.

De todos os significativos cortes de cabelo que Mark tem dado ao longo dos anos, destaca-se um único destinatário.

“Jemar Banks, eu nunca vou esquecer seu nome – disse Mark. Depois de lhe oferecer um corte de cabelo e qualquer comida que ele quisesse comer, ele não disse quase nada ao longo de todo o processo, até depois, quando eu mostrei a ele como ele ficou quando eu terminei… A primeira coisa que ele falou para mim foi: ‘Você conhece alguém que esteja contratando?’.”

Mark disse que ele corta o cabelo por toda a cidade de Nova Iorque, muitas vezes acompanhado por sua namorada, que pergunta aos destinatários que alimento eles gostariam de comer.

“Uma resposta que recebemos foi: ‘Ninguém nunca me pergunta o que eu realmente quero. Eu geralmente fico com sobras e sucatas’", disse Mark.

Ele intencionalmente corta o cabelo para os desabrigados em espaços abertos, bem movimentados, como esquinas e calçadas, para que o público possa assistir. “Não para me ver – diz ele -, mas para que outros possam encontrar inspiração na boa ação e sejam gentis com os menos favorecidos também."

“Até mesmo um simples sorriso pode ir longe.”

São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.