Aleteia logoAleteia logoAleteia
Domingo 05 Dezembro |
São Saba
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

E o Oscar não vai para… Deus!

John Shearer/Invision

David Ives - publicado em 24/02/15

– De todos os filmes historicamente inexatos que concorriam às premiações, o mais inexato de todos levou o Oscar de Melhor Roteiro Adaptado: "O Jogo da Imitação". Motivo? Que eu possa discernir, nenhum. A não ser o fato de contar, e ainda imprecisamente, a história de um cientista homossexual que a agenda liberal considera mais importante por ter sido homossexual do que cientista.

– Eu cheguei a apostar em Eddie Redmayne como Melhor Ator por "A Teoria de Tudo", mas passei a pensar que ele não ganharia quando "Birdman" começou a ganhar força.

– Já a estatueta de ouro para Julianne Moore por "Para Sempre Alice" passa longe de ser uma surpresa. É verdade que a maior parte do filme segue o típico padrão Lifetime e também é verdade que Alec Baldwin é um erro lamentável de escalação como o marido dedicado, mas o desempenho de Julianne Moore como vítima repentina do mal de Alzheimer é maravilhoso. Por um momento, eu supus que a Academia fosse premiar a desagradável protagonista de "Livre", interpretada por Reese Witherspoon, por conta de algum daqueles confusos gestos de apoio ao manifesto feminista proposto por esse filme, mas eles acabaram optando por uma performance que celebra a vida e o valor de todas as pessoas, sem importar o seu estado de saúde. É quase o suficiente para alimentarmos alguma esperança em Hollywood…

– Mas, é claro, Hollywood gosta, acima de tudo, de honrar a si mesma. E o Oscar de Melhor Filme vai para… "Birdman", que celebra, entre outras coisas, a ideia de que não há nada mais importante neste mundo do que aquilo que os atores e atrizes fazem. Eles não bateram palmas para Deus nessa noite, mas como foram rápidos em aplaudir a si mesmos!

E é isso. A cerimônia deste ano voltou a mostrar uma Hollywood aferrada à sua agenda laica na escolha dos filmes premiados, mas que pareceu um pouco mais cautelosa na hora de esfregar essa agenda na cara de todo mundo durante a transmissão. Talvez eles tenham finalmente percebido que eles próprios podem não sentir a necessidade de honrar a Deus, mas um belo montante do dinheiro arrecadado nas bilheterias vem de pessoas que sentem essa necessidade. E isso não deixa de ser outra pequena vitória.

  • 1
  • 2
  • 3
Tags:
Cinema
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia