Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 18 Abril |
São Galdino
home iconEstilo de vida
line break icon

Um jeito novo de viver

© Leon Brocard

Rafael Luciani - publicado em 27/02/15

O segredo da sua felicidade pode estar bem aqui

Vivemos em uma época complexa. O aumento da violência social, política e cultural não ajuda a compreender a força da compaixão fraterna na transformação das nossas vidas e na libertação de tudo aquilo que nos impede de promover relações humanizadoras, como a justiça social e os direitos humanos.

Às vezes, levamos uma vida sobrecarregada de insatisfação, amargura, inveja e avareza, voltados apenas para nós mesmos. Não percebemos que caminhamos cansados e desumanizando todos aqueles com quem nos encontramos.

Nas palavras de Jesus, encontramos dois segredos que podem nos ajudar a viver a compaixão fraterna e, assim, encontrar novamente esse sabor perdido que a vida tem.

Em primeiro lugar, precisamos reconhecer que estamos cansados, esgotados. Não podemos negar isso nem acreditar que podemos fazer sacrifícios que substituam nossa entrega ao outro, a quem precisa: "Vinde a mim todos vós que estais aflitos sob o fardo, que eu vos darei descanso" (Mt 11, 28). O descanso que Jesus oferece começa na entrega ao outro, ao colocar-nos em movimento em direção a ele, ao colocar-nos em seu lugar.

O segundo elemento consiste no fruto que produz viver segundo o estilo de Jesus, com um coração que acolhe o outro e lhe dedica seu tempo, ao invés de rejeitá-lo ou maltratá-lo: "Aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração" (Mt 11, 29).

É um coração que não se nutre do medo, do castigo ou do arrependimento frente a um deus colérico, mas da graça e do encontro gratuito, dos quais brotam as verdadeiras transformações na vida, pois o Deus de Jesus só sabe amar e deixar-se amar.

A experiência religiosa, concretamente a espiritualidade cristã, não se baseia no rigorismo casuístico da moral punitiva, segundo a qual o importante é o cumprimento religioso mediante a participação nos ritos, a repetição das orações de devoção e a prática fria dos mandamentos.

A espiritualidade cristã se nutre e cresce a partir da prática cotidiana da compaixão fraterna, que nos torna compassivos e solidários, ao invés de indiferentes.

Jesus propõe um caminho que continua encontrando muita resistência nos dias de hoje: "Ide e aprendei o que significam as palavras: ‘Misericórdia quero, não sacrifícios’, porque eu não vim chamar os justos, mas os pecadores" (Mt 9, 13).

A misericórdia é a relação por excelência que nos assemelha a Deus. Ao amar compassivamente, estamos também amando como Deus ama.

Nosso Deus "não pede sacrifícios" (Salmo 50), é "lento à ira" e "rico em clemência". Ao agir assim, Ele nos desarma, porque não estamos acostumados com a gratuidade.

Por isso, quem busca o Deus de Jesus Cristo, perceberá que só poderá viver suas relações humanas com espírito fraterno, vendo no outro um tesouro, que jamais pode ser tratado com mero assistencialismo, como um simples objeto de dádivas. Ao contrário, deve ser assumido como um irmão, "porque um é o vosso Mestre e todos vós sois irmãos" (Mt 23, 8).

Jesus se aproximava diariamente dos excluídos e doentes, das vítimas da rejeição social, política ou religiosa. Ele os abraçava, olhava e tocava, para reconciliá-los consigo mesmos e com os outros e, assim, ensinar-lhes que é possível viver de outra maneira, que Deus estava com eles sem pedir-lhes nada, porque seu amor é completamente gratuito (Salmos 145 e 146).

Por isso, quem vive da compaixão fraterna nunca privatiza a religião, e entende que "amar a Deus de todo o coração, de todo o pensamento, de toda a alma e de todas as forças, e amar o próximo como a si mesmo, excede a todos os holocaustos e sacrifícios" (Mc 12,32-34).

Tags:
ValoresVirtudes
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
KRZYŻYK NA CZOLE
Beatriz Camargo
60 nomes de bebês que carregam mensagens poderosas
2
MIGRANT
Jesús V. Picón
O menino perdido no deserto nos convida a refletir
3
Ordenação sacerdotal
Francisco Vêneto
Ex-testemunha de Jeová será ordenado padre católico aos 25 anos
4
Pe. Zezinho
Reportagem local
Não desprezem o templo nem posem de católicos avançados, alerta o...
5
MARY, CRUSH, SNAKE
Desde la Fe
10 poderosas armas para lutar contra o demônio
6
SPANISH FLU
Bret Thoman, OFS
Como o Padre Pio encarou a pandemia de gripe espanhola
7
Reportagem local
Hoje celebramos Santa Bernadette, a menina que viu Nossa Senhora ...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia