Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 03 Dezembro |
São Cromácio de Aquileia
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Papa Francisco deixa bem claro: a corrupção é “pior que outros pecados”

AFP PHOTO / YASUYOSHI CHIBA

Aleteia Brasil - publicado em 10/03/15

Bispos da África do Sul propõem 3 atitudes para que o povo combata a corrupção

Alguns meses atrás, a Conferência dos Bispos da África do Sul publicou uma veemente carta pastoral denunciando a corrupção em todos os níveis: governo, organizações e… povo.

“A corrupção rouba dos pobres”, afirmaram os bispos, exigindo “mais atenção para os prejuízos que a corrupção desenfreada provoca na sociedade e na Igreja”. Mas eles não exigiram isto apenas de alguns: eles pediram que “todos trabalhem para erradicar” a corrupção. 

“A corrupção está presente em toda a comunidade. Se os subornos são um costume na vida de funcionários públicos, empresários ou até pessoas da Igreja, essas pessoas, corruptas, desprezam o cumprimento das próprias obrigações visando ganhar dinheiro para elas mesmas”.

Essa postura gera a desconfiança generalizada, o cinismo de todos e o fortalecimento da cultura da corrupção

Mas “a corrupção rouba dos pobres”, insistem os bispos. Por quê?

Porque “o dinheiro que vai parar no bolso dos corruptos deveria dar teto às pessoas sem casa, dar atendimento médico aos doentes ou dar solução para muitas outras necessidades”. 

No caso da África do Sul, os bispos citam estatísticas para denunciar que “cerca da metade da população admite que já pagou suborno, em grande parte a policiais e a funcionários do governo”.

Erradicar a corrupção é um desafio para todos, no dia a dia. Temos que “examinar as nossas próprias atitudes como cidadãos, dentro da família, da sociedade e da igreja. A mudança de coração é um chamado para caminharmos à luz do Senhor”. 

A carta dos bispos sul-africanos propõe três medidas concretas ao povo do país: 

1 – “Reconheça que a corrupção é um problema de todos. Temos que examinar as nossas próprias consciências, ouvir o apelo do Evangelho à conversão e resistir à tentação de participar dos atos cotidianos da corrupção”. 

2 – “Se você for vítima da corrupção, denuncie. Subornos e quaisquer outras formas de corrupção triunfam no ocultamento e perduram porque nós permitimos”. 

3 – “Assuma o compromisso de ser mais transparente e honesto na sua casa, na sua paróquia e no seu trabalho”. 

Os bispos ainda recordaram a duríssima condenação feita pelo papa Francisco contra a corrupção: ela é “pior do que outros pecados”, porque se transforma num hábito que endurece o coração e nos deixa insensíveis ao que acontece ao nosso redor e até mesmo diante da graça de Deus que nos chama a ser perfeitos. 

Reflexões oportunas para nós, brasileiros. Para todos nós, brasileiros.

Tags:
CorrupçãoOraçãoPapa FranciscoVirtudes
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia