Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 17 Janeiro |
home iconAtualidade
line break icon

Hillary Clinton justifica uso de 'email' pessoal por 'questões práticas'

<p>A ex-secretária de Estado dos EUA Hillary Clinton, no dia 14 de maio de 2014, em Washington</p>

AFP - publicado em 11/03/15

A ex-secretária de Estado dos EUA Hillary Clinton admitiu, nesta terça-feira, que errou ao não usar o "email" oficial para sua troca de mensagens enquanto dirigiu a diplomacia dos Estados Unidos, mas argumentou que agiu dessa forma por "razões práticas".

Provável candidata democrata à presidência em 2016, Hillary se viu envolvida em uma polêmica na última semana, após ser revelado que nos quatro anos em que esteve à frente do Departamento de Estado (2009-2013) jamais recorreu a seu "email" oficial.

A opção dela pela conta pessoal, que pode se configurar em violação das normas vigentes, suscita a questão da segurança na divulgação de informações profissionais.

Passadas as críticas, a ex-secretária de Estado pediu para que suas mensagens fossem tornadas públicas. Hillary ficou satisfeita ao saber que o Departamento de Estado já iniciou a publicação de 30 mil "emails" profissionais.

Mas ela admitiu que cerca de 30 mil outros "emails" pessoais foram apagados, argumento que seus críticos devem usar contra ela.

"O servidor vai continuar sendo de uso interno, e eu acredito que o Departamento de Estado terá condições de divulgar todos os arquivos fornecidos", explicou Hillary.

A legislação em vigor nos EUA impõe que seja conservada nos Arquivos Nacionais toda troca de mensagens profissionais realizada por quem trabalha no governo. Desde 2014, qualquer comunicado enviado de uma conta pessoal de "email" também deve ser enviado à respectiva conta mantida pelo funcionário no ambiente governamental, para ser arquivado.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
Aleteia Brasil
Na íntegra: as três partes do Segredo de Fáti...
UNPLANNED
Jaime Septién
Filme contra o aborto arrasa nas bilheterias ...
BABY BAPTISM
Padre Reginaldo Manzotti
Por que é tão importante batizar uma criança?
Deserto de Negev
Francisco Vêneto
Pedra de 1.400 anos com inscrição mariana é e...
KRZYŻYK NA CZOLE
Beatriz Camargo
60 nomes de bebês que carregam mensagens pode...
Reportagem local
Papa Francisco: cuidado com os cristãos que s...
POPE JOHN PAUL II
Philip Kosloski
"Não tenhais medo": a frase mais usada por Sã...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia