Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 22 Abril |
São Leônidas
home iconAtualidade
line break icon

Síria: EUA defendem renúncia do presidente Assad

<p>O presidente sírio Bashar al-Assad durante entrevista, no dia 4 de dezembro de 2014, em Damasco</p>

AFP - publicado em 13/03/15

O governo americano insistiu, nesta quinta-feira, na renúncia do presidente sírio, Bashar al-Assad, e homenageou "os valentes sírios" que combatem a tirania, no aniversário de quatro anos do início de guerra civil nesse país.

"Durante quatro anos, o regime de Al-Assad respondeu aos pedidos de liberdade e de reformas dos sírios com implacável brutalidade, autoritarismo e destruição", declarou à imprensa a porta-voz do Departamento de Estado americano, Jen Psaki.

"Como dissemos durante muito tempo, Al-Assad deve sair e fazer uma transição política negociada, que seja representativa de todo o povo sírio", frisou.

A saída de Al-Assad é uma condição para a "completa estabilização" do país, insistiu a porta-voz.

"Por ocasião desse aniversário sombrio, lembramos de todos que sofrem e dos valentes sírios que lutam contra a tirania e combatem por um futuro de respeito aos direitos fundamentais, à tolerância e à prosperidade", acrescentou Psaki.

No ano passado, Washington conseguiu levar representantes da oposição síria e do governo Al-Assad à mesa de negociações. Desde então, porém, as conversas fracassaram rapidamente, e não há previsão de que sejam retomadas.

Ban pede ação do CSNU

Também nesta quinta-feira, o secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, pediu que o Conselho de Segurança (CSNU) tome medidas decisivas para colocar fim à guerra na Síria.

"O povo sírio se sente cada vez mais abandonado pelo mundo, quando se inicia o quinto ano da guerra que destruiu seu país", disse Ban.

O sofrimento continua "à vista da comunidade internacional, ainda dividida e incapaz de tomar iniciativas coletivas para deter a matança e a destruição", lamentou.

"Faço um apelo ao Conselho de Segurança para que tome medidas decisivas para resolver a crise" na Síria, convocou.

O Conselho está dividido sobre como conseguir a paz na Síria. A Rússia bloqueia qualquer iniciativa para punir o regime de seu aliado Bashar al-Assad.

O apelo feito por Ban Ki-moon acontece no dia em que mais de 20 organizações não-governamentais acusaram o Conselho de Segurança de "fracassar na Síria", apesar de três resoluções pedindo maior esforço pela paz, acesso à ajuda humanitária e proteção da população civil.

Em um relatório divulgado nesta quinta, as ONGs também acusaram a comunidade internacional de ser, em parte, responsável pelo ano mais sombrio já vivido pelos civis no conflito na Síria, ao não conseguir administrar o crescente desastre humanitário.

As agências da ONU lutam para fazer chegar ajuda aos 4,8 milhões de sírios que se encontram em áreas "difíceis de alcançar", já que estão cercadas por tropas do governo, ou por forças controladas por militantes do grupo Estado Islâmico.

A ajuda internacional para os civis refugiados e deslocados se reduziu, levando os funcionários da ONU a lamentarem o "cansaço dos doadores".

Ban presidirá uma conferência de países doadores no Kuwait, em 31 de março, com o objetivo de arrecadar o montante necessário para enfrentar a profunda crise humanitária que devasta a Síria.

O ex-secretário-geral assistente da ONU para Assuntos Humanitários Jan Egeland, que agora dirige o Conselho norueguês para Refugiados, disse à AFP que a crise é uma "traição aos nossos ideais, porque, supõe-se, não deveríamos estar vendo um povo sofrer e morrer em 2015".

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
KRZYŻYK NA CZOLE
Beatriz Camargo
60 nomes de bebês que carregam mensagens poderosas
2
ROBERTO CARLOS
Ricardo Sanches
A música que Roberto Carlos cantou no próprio aniversário de 80 a...
3
Ordenação sacerdotal
Francisco Vêneto
Ex-testemunha de Jeová será ordenado padre católico aos 25 anos
4
BENEDICT XVI
Francisco Vêneto
Em nova e extensa biografia, Bento XVI desmascara o atual “...
5
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma gestação rara
6
MIGRANT
Jesús V. Picón
O menino perdido no deserto nos convida a refletir
7
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia