Aleteia

Como se reza a via-sacra?

© alfonsobenayas
Compartilhar
Comentar

Rezar a via-sacra é muito fácil e leva apenas alguns minutos. No entanto, poucas pessoas sabem rezá-la.

Rezar a via-sacra é muito fácil e leva apenas alguns minutos. No entanto, poucas pessoas sabem rezá-la. Apresentamos, a seguir, um esquema básico desta linda oração:
 
Oração inicial
 
Senhor, concede-me a graça de compartilhar contigo o caminho da cruz, penetrar teus pensamentos e sentimentos: o que pensavas, o que sentias enquanto carregavas a cruz pela humanidade, por mim?  Ajuda-me a compreender um pouco mais do que esta via dolorosa significou para ti. Com a minha pequenez, eu me atrevo a caminhar contigo nestas estações, deixando-me impressionar pela contemplação do teu mistério, buscando teu olhar de dor, de agonia, de morte, de paz.
 
Jaculatória antes e depois de cada estação
 
Antes de cada estação: "Nós vos adoramos, Senhor Jesus Cristo, e vos bendizemos porque pela vossa santa cruz remistes o mundo".
 
Depois  cada estação: "Salvador do mundo, salvai-nos, vós que nos libertastes pela cruz e ressurreição".
 
1ª estação: Jesus é julgado, acusado falsamente, caluniado, abandonado pelos seus amigos e injustamente condenado à morte.
 
Oração: Guardaste silêncio. Ó Jesus silencioso, ensina-me a calar e a guardar silêncio, inclusive no sofrimento!
 
2ª estação: Jesus carrega a cruz. Com grande amor a abraça. Nela, expiará nossos pecados. Ele pensa em nós e caminha rumo ao calvário.
 
Oração: Jesus, ensina-me a compreender tuas palavras: "Se alguém quiser me seguir, tome sua cruz e siga-me".
 
3ª estação: Jesus não aguenta mais, suas forças diminuem e Ele cai pela primeira vez.
 
Oração: Jesus, dá-me forças para levantar-me das minhas quedas. Anima meus desânimos.
 
4ª estação: Jesus encontra sua Mãe. A dor de ver sua Mãe sofrendo lhe abre mais feridas no coração. No entanto, ao mesmo tempo, ver o olhar amoroso de Maria o consola.
 
Oração: Maria, que vencendo todo respeito humano foste capaz de consolar teu Filho no caminho do calvário, ajuda-me a experimentar teu olhar nas minhas dificuldades e aflições.
 
5ª estação: O cireneu ajuda Jesus a carregar a cruz.
 
Oração: Jesus, assim como Simão te ajudou a carregar a cruz, ajuda-me nas minhas fraquezas e dificuldades.
 
6ª estação: O rosto desfigurado de Jesus comove o coração de uma mulher e, com um lenço, ela o enxuga cuidadosamente.
 
Oração: Jesus, grava tua imagem em meu coração, e que eu sempre me lembre dela.
 
7ª estação: Jesus, sob o peso da cruz, cai pela segunda vez.
 
Oração: Jesus, que não te cansem minhas constantes quedas!
 
8ª estação: O Senhor aceita a vã compaixão das filhas de Jerusalém.
 
Oração: Jesus, ajuda-me a aprender que carregar tua cruz é muito mais que todas as honras da terra.
 
9ª estação: Jesus cai pela terceira vez.
 
Oração: Jesus, que eu não perca a esperança quando experimentar a tua cruz na minha vida.
 
10ª estação: O Senhor é despojado das suas vestimentas.
 
Oração: Jesus, despojado de tudo, por amor a mim, ajuda-me a desprender-me, por amor a ti, de todas as criaturas, para que Tu sejas meu único tesouro.
 
11ª estação: Jesus é crucificado.
 
Oração: Jesus, que carregaste a cruz sem reclamar, concede-me jamais queixar-me por coisas inúteis, nem de ninguém, nem interiormente.
 
12ª estação: O Senhor morre na cruz.
 
Oração: Jesus, ajuda-me a aceitar de todo coração o tipo de morte que pensaste para mim, a aceitá-la com todas as suas angústias, penas e dores. Concede-me nesse momento unir-me à tua morte e oferecer a minha como consumação do meu caminho rumo a ti, aqui na terra.
 
13ª estação: O corpo de Jesus é tirado da cruz e recebido por Maria.
 
Oração: Jesus, que eu possa estar nos braços de Maria nos momentos mais difíceis da minha vida, e experimentar a proteção amorosa da tua santa Mãe.
 
14ª estação: Jesus é depositado no sepulcro.
 
Oração: Maria, minha Mãe, assim como João te fez companhia como um filho após a morte de Jesus, que eu possa sempre estar contigo, com os mesmos sentimentos do discípulo amado de Jesus.
 
Oração final
 
Senhor, que a meditação das tuas dores e sofrimentos destrua minha soberba, suavize meu coração e o prepare para receber teu inesgotável amor e perdão. Que, consciente das minhas quedas e defeitos, em meio às minhas penas e trabalhos, eu te busque sempre e que, contemplando teu coração aberto e ferido por amor a mim, eu possa mergulhar nele como uma gota de água, e me perca para sempre na imensidão da tua misericórdia. Amém.

Boletim
Receba Aleteia todo dia