Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quarta-feira 21 Abril |
Santo Apolônio
home iconAtualidade
line break icon

Ataque em universidade do Quênia deixa 147 estudantes mortos

<p>Forças de segurança se posicionam perto da Universidade Moi, na fronteira com a Somália, neste 2 de abril de 2015, após militantes do Al-Shebab, grupo extremista ligado à Al-Qaeda, entrarem no "campus", matando 15 pessoas e ferindo várias outras</p>

AFP - publicado em 03/04/15

Um grupo de islamitas somalis shebab atacou uma residência universitária no Quênia, em uma operação que deixou 147 estudantes mortos e que levou a uma tomada de reféns que se estendeu por horas, terminando com a morte de quatro sequestradores.

"Há 147 vítimas fatais confirmadas no ataque de Garissa", declarou a universidade em um comunicado, no qual indica que a tomada de reféns e o confronto entre os insurgentes e as forças de ordem terminara.

A operação conduzida pelas forças de segurança quenianas para recuperar o controle da Universidade, invadida na madrugada, está "terminada (e) os quatro terroristas foram mortos", indicou Centro Nacional de Gestão de Desastres (NDOC).

O ataque foi realizado por homens mascarados que lançaram granadas e dispararam contra os estudantes.

O ministro queniano do Interior, Joseph Nkaissery, indicou que "contamos 500 estudantes (vivos), mas perdemos muitas vidas (…)" em Garissa, a 150 km da fronteira com a Somália.

Dezenas de pessoas ficaram feridas no ataque, que desencadeou uma feroz tomada de reféns na residência universitária.

A Casa Branca condenou o ataque: "Os Estados Unidos condenam nos termos mais fortes o ataque terrorista cometido contra homens e mulheres inocentes na universidade de Garissa", no sudeste do país, disse um comunicado do governo.

"Oferecemos nossas mais profundas condolências às famílias e amigos das vítimas deste ataque atroz", escreveu o porta-voz Josh Earnest.

"Estados Unidos estão ajudando o Governo do Quênia e continuará trabalhando com ele e outros (governos) na região para derrotar o grupo terrorista shebab", completou.

O secretário-geral da ONU Ban Ki-moon condenou nesta quinta-feira o "ataque terrorista" perpetrado por islamitas shebab.

"Ban espera que a situação esteja logo sob controle sem que haja mais danos àqueles que estão detidos (reféns) e pede que os responsáveis pelo ataque sejam rapidamente levados à justiça", afirmou seu porta-voz.

Ban apresentou suas condolências às famílias das vítimas e disse que a ONU está disposta a ajudar o Quênia a "impedir e frear o terrorismo e o extremismo violento".

Os criminosos entraram às 5H30 (23H30 de Brasília de quarta-feira) no campus da Universidade de Garissa, onde estudam centenas de jovens, disparando contra dois guardas na entrada principal.

Uma vez dentro do centro universitário, atiraram de maneira indiscriminada e depois entraram em vários edifícios.

"Acordamos com os sons das balas (…) ninguém sabia o que estava acontecendo, as mulheres gritavam e as pessoas corriam para salvar sua vida", disse Ungama John, um estudante da residência.

A Cruz Vermelha informou sobre 30 feridos internados no hospital, quatro deles em estado crítico, que foram levados de avião a Nairóbi, a 350 km. Segundo ela, a maioria das vítimas havia sido baleada.

Quênia em guerra com a Somália

A universidade localizada em Garissa, uma zona do nordeste do país, se localiza perto da porosa fronteira com a Somália, um país devastado pela guerra.

Um porta-voz dos shebab, Sheikh Ali Mohamud Rage, reivindicou a autoria do ataque em uma conversa com a AFP, alegando que "o Quênia está em guerra com a Somália" por ter realizado uma intervenção militar neste país contra bases islamitas.

O porta-voz shebab explicou que os criminosos, ao chegarem, "soltaram alguns, os muçulmanos, e eles alertaram o governo". "Os outros são mantidos reféns", acrescentou, informando que as vítimas eram cristãs.

As regiões do Quênia situadas na fronteira com a Somália (de 700 km) e, em particular, as áreas de Mandera e Wajir, assim como Garissa, são palcos frequentes de ataques islamitas.

Em 2014, ao menos 200 pessoas morreram e outras tantas ficaram feridas no Quênia em ataques reivindicados pelos shebab ou atribuídos a eles, de acordo com um balanço da AFP.

O ataque de maior impacto reivindicado pelos shebab somalis foi a invasão, em setembro de 2013, do shopping Westgate em Nairóbi, que terminou com 67 mortos.

Também executaram uma série de ataques violentos em localidades da costa queniana em junho e julho de 2014, onde pelo menos 96 pessoas foram executadas a sangue frio.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
KRZYŻYK NA CZOLE
Beatriz Camargo
60 nomes de bebês que carregam mensagens poderosas
2
Ordenação sacerdotal
Francisco Vêneto
Ex-testemunha de Jeová será ordenado padre católico aos 25 anos
3
MIGRANT
Jesús V. Picón
O menino perdido no deserto nos convida a refletir
4
BENEDICT XVI
Francisco Vêneto
Em nova e extensa biografia, Bento XVI desmascara o atual “...
5
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
6
Papa Bento XVI
Francisco Vêneto
Bento XVI faz 94 anos e é o primeiro Papa a atingir essa idade na...
7
ALTAR BOY,
Un cammino chiamato famiglia
Coroinha desmaia durante Via Sacra, mas a cru...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia