Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia
Redação da Aleteia / ACI Digital
Como surgem as intenções de oração do Papa?
María Álvarez de las Asturias
Como ajudar um casal que se separou?
Padre Reginaldo Manzotti
Oração para pedir luz ao Senhor
Padre Reginaldo Manzotti
5 lições de vida para ser feliz
Prosa e Poesia
Os recomeços
Vatican News / Redação da Aleteia
Papa aos juízes: não buscar interesse pessoal

Obama promete combater ‘papel desestabilizador’ do Irã

O presidente Barack Obama durante discurso na Casa Branca em 2 de abril

Compartilhar

O presidente Barack Obama garantiu nesta segunda-feira que os Estados Unidos continuarão cooperando com seus aliados para deter "os atos desestabilizadores" do Irã no Oriente Médio, dias após a conclusão de um acordo sobre o programa nuclear iraniano.

Durante conversa por telefone com o sultão Qabus de Omã, Obama prometeu "trabalhar com Omã e com outros aliados da região para combater as atividades desestabilizadoras do Irã na região", indicou a Casa Branca.

Vários países árabes estimam que o Irã fomenta conflitos e busca ampliar sua influência através de seus aliados locais, particularmente na Síria, Iraque, Líbano e Iêmen.

Na semana passada, Obama anunciou sua intenção de reunir na primavera (boreal) em Camp David os dirigentes das monarquias do Golfo para estudar o fortalecimento da cooperação e tentar resolver "os múltiplos conflitos que geram sofrimento e instabilidade no Oriente Médio".

Segundo o acordo preliminar fechado na semana passada entre Teerã e o chamado grupo 5+1 (EUA, China, Reino Unido, França, Rússia e Alemanha), o Irã reduzirá consideravelmente o número de suas centrífugas em troca da suspensão das sanções internacionais.

 

Aleteia Top 10
  1. Lidos