Aleteia

Ele desligou o telefone na cara do Papa duas vezes

catholicpulse
Compartilhar

Ao descobrir que não era trote, foi até o Vaticano para se desculpar – e finalmente soube por que o Papa queria falar com ele

Um italiano que desligou o telefone na cara do Papa Francisco duas vezes, achando que era um trote, apresentou-se no Vaticano na semana passada para se desculpar diante do Pontífice, segundo informou o L’Osservatore Romano.
 
O Papa Francisco telefonou na segunda-feira, como costuma fazer, a uma pessoa doente para oferecer-lhe consolo – neste caso, ao italiano Fraco Rabuffi.
 
Rabuffi, no entanto, pensou que alguém estava lhe passando um trote e, por isso, desligou o telefone duas vezes, até que, na terceira vez, ficou na dúvida: “Eu fiquei sem palavras, mas o Papa Francisco veio em minha ajuda e me disse que achava super engraçado o que eu tinha feito”, explicou o enfermo.
 
Na quarta-feira seguinte, Rabuffi foi até o Vaticano com sua esposa, participou da audiência geral e se desculpou diante do Papa.
 
Francisco costuma fazer ligações regularmente a amigos e parentes, mas também a desconhecidos que escrevem para ele ou cujas dificuldades chegam aos seus ouvidos por meio de outras pessoas.
Boletim
Receba Aleteia todo dia