Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 27 Novembro |
São Máximo de Lérins
home iconAtualidade
line break icon

Acidente de trem deixa seis mortos na Filadélfia

<p>Equipes de emergência aguardam na área do acidente de um trem da companhia Amtrak, perto da Filadélfia, que matou cinco pessoas</p>

AFP - publicado em 13/05/15

As equipes de emergência prosseguiam nesta quarta-feira com as buscas de vítimas entre as ferragens de um trem que descarrilou durante a noite na Filadélfia, um acidente que deixou pelo menos seis mortos e provocou cenas de caos.

Mais de 140 pessoas ficaram feridas no incidente, segundo o canal NBC.

O prefeito da cidade, Michael Nutter, havia anunciado algumas horas antes um balanço de cinco mortos e 65 feridos.

Bombeiros e socorristas continuavam trabalhando nesta quarta-feira no caótico cenário do acidente.

"Isto é absolutamente desastroso. Jamais vi algo igual na minha vida. A maioria dos que estão aqui dirá o mesmo", disse o prefeito Nutter.

Ele afirmou que o número de mortos pode aumentar nas próximas horas, com o avanço dos trabalhos de resgate e as buscas por vítimas entre os destroços da composição.

O trem 188 da companhia Amtrak, que havia partido de Washington às 19H10 locais (20H10 de Brasília) e deveria chegar a Nova York às 22H34 (23H34), transportava 243 pessoas, incluindo cinco funcionários da empresa ferroviária.

Os bombeiros usaram ferramentas hidráulicas para retirar os passageiros dos vagões, que ficaram muito danificados no acidente.

O ex-congressista americano Patrick Murphy, da Pensilvânia, escapou ileso do acidente.

"Estou bem, ajudando os outros, e rezo pelos feridos", escreveu no Twitter.

Murphy, que se encontrava no vagão da cafeteria, disse que o trem estava a 60-70 milhas (97-113 km) por hora quando descarrilou e virou.

Vários feridos – muitos com mãos e rostos ensanguentados – não conseguiam se mover, revelou Murphy, que postou no Twitter imagens do resgate.

O prefeito se recusou a especular sobre as causas do descarrilamento, mas especialistas cogitam a possibilidade de um problema nos trilhos ou uma falha nas rodas.

O tráfego ferroviário entre Nova York e Filadélfia foi suspenso por tempo indeterminado.

– Vagões destruídos –

Max Helfman, de 19 anos, que viajava ao lado da mãe no último vagão, afirmou que sentiu um choque antes do descarrilamento.

"As pessoas foram projetada para a terra", disse o jovem ao jornal Philadelphia Inquirer.

"Os bancos saíram do lugar, as malas caíram sobre os passageiros. Minha mãe voou e tive que segurá-la. As pessoas sangravam, foi horrível", completou.

Outro passageiro, Jeremy Wladis, de 51 anos, contou ao mesmo jornal que "telefones, computadores, tudo voava".

"Algumas mulheres foram projetadas para a grade das bagagens".

Fotos postadas nas redes sociais e exibidas nas emissoras de televisão mostram socorristas vasculhando os vagões tombados e passageiros desorientados no local do acidente.

Pelo menos um vagão parecia completamente destruído, virado. Uma enorme barra metálica era observada em outro vagão, mas não foi possível determinar até o momento a natureza exata dos danos.

No escuro, os bombeiros usavam lanternas para procurar os feridos, com a ajuda de helicópteros com refletores potentes.

O cenário era caótico, com bombeiros tentando acessar os vagões retorcidos, enquanto era possível observar ambulâncias e viaturas da polícia na área da tragédia.

A área do descarrilamento é um dos corredores ferroviários mais utilizados nos Estados Unidos.

"Tudo corria bem, e de repente ficamos de cabeça para baixo", contou o passageiro Don Kelleher.

Um vídeo postado no Instagram mostra passageiros gritando e chorando segundos após o descarrilamento.

A Amtrak liga quase 500 cidades nos Estados Unidos e Canadá.

A Agência Nacional de Segurança no Transporte (NTSB) abriu uma investigação sobre a tragédia.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Jesús V. Picón
Padre com câncer terminal: perde os olhos, ma...
Papa Francisco com máscara contra covid
Reportagem local
As 3 “covids” do Papa Francisco
MARADONA
Pablo Cesio
Pelé sobre Maradona: "Espero que um dia jogue...
WEB2-COMMUNION-EUCHARISTIE-HOSTIE-GODONG-DE354465C-e1605635059906.jpg
Reportagem local
Internado na UTI, Pe. Márlon Múcio continua c...
John Burger
A melhor maneira de contar a seus filhos a ve...
MARYJA
Philip Kosloski
A melhor oração mariana para quando você prec...
POINSETTIAS,CHRISTMAS,ALTAR
A. J. Clishem
O segredo do grau de inclinação da cabeça de ...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia