Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 29 Novembro |
Bem-aventurados Dionísio da Natividade e Redento da Cruz
home iconAtualidade
line break icon

Hamas executou palestinos durante conflito com Israel em 2014

AFP - publicado em 27/05/15

O grupo islâmico Hamas, no poder na Faixa de Gaza, utilizou o conflito com Israel no enclave para executar adversários palestinos, matando ao menos 23 pessoas, o que pode constituir crimes de guerra, revela nesta quarta-feira a Anistia Internacional.

Um novo relatório da ONG com sede em Londres sobre a guerra na Faixa de Gaza, em julho e agosto de 2014, denuncia "uma campanha brutal" do Hamas envolvendo sequestros, torturas e crimes contra palestinos acusados de "colaborar" com Israel.

O documento detalha "execuções sumárias de, ao menos, 23 palestinos, além da prisão e tortura contra dezenas de outros".

"É absolutamente assustador que enquanto as forças israelenses infligiam perdas humanas e materiais maciças ao povo de Gaza, as forças do Hamas aproveitavam para realizar esta vergonhosa série de assassinatos e outras graves violações" dos direitos humanos, disse o diretor da Anistia Internacional para o Oriente Médio e África do Norte, Philip Luther.

Ao menos 2.200 palestinos foram mortos, a maioria civis, na guerra de julho-agosto de 2014 na Faixa de Gaza. O conflito também matou 73 israelenses, sendo 67 militares.

Em março, a Anistia Internacional já havia acusado grupos armados palestinos por crimes de guerra durante o conflito na Faixa de Gaza.

O relatório divulgado nesta quarta-feira afirma que "as forças do Hamas sequestraram, torturaram ou atacaram membros do Fatah, seu principal adversário político na Faixa de Gaza, incluindo antigos membros das forças de segurança da Autoridade Palestina".

"Ninguém foi responsabilizado pelos crimes do Hamas contra palestinos durante o conflito de 2014, o que indica que estes crimes foram autorizados ou aprovados pelas autoridades" na Faixa de Gaza, destaca a Anistia.

Luther acusa o Hamas de "crimes revoltantes contra indivíduos sem defesa", o que, em certos casos, constituem crimes de guerra.

Segundo Luther, o Hamas ignorou "as regras mais elementares do direito humanitário internacional".

A Anistia apela à Autoridade Palestina, baseada em Ramallah, na Cisjordânia, e ao Hamas para que "cooperem com os mecanismos de investigação internacionais independentes" visando levar os responsáveis à justiça.

Nos dois relatórios precedentes, a Anistia acusava Israel de crimes de guerra na Faixa de Gaza, do mesmo modo que a Federação Internacional dos Direitos do Homem (FIDH).

Os palestinos planejam acusar os líderes israelenses de crimes de guerra na Corte Penal Internacional.

Israel não reconhece a competência das cortes internacionais e garante ser capaz de julgar eventuais crimes por conta própria. Vários processos na Justiça Militar estão em curso, e alguns soldados já foram acusados.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
POPE URBI ET ORBI
Reportagem local
Bênção Urbi et Orbi do Papa Francisco nesta s...
Folheto divulgado por Antônio Carlos da Silva
Reportagem local
Eu nasci mais ou menos em 1988: os 27 anos da...
READING
Gelsomino Del Guercio
3 regras fundamentais para os leitores da mis...
SANTUÁRIO DE APARECIDA INTERIOR BASÍLICA
Reportagem local
Suposto surto de covid-19 entre padres do San...
Jesús V. Picón
Padre com câncer terminal: perde os olhos, ma...
FATIMA
Philip Kosloski
Nossa Senhora de Fátima tem um conselho para ...
Medalha Milagrosa verdadeira ou falsa
Reportagem local
Cuidado: saiba distinguir entre a real Medalh...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia