Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Terça-feira 02 Março |
Santa Inês de Boêmia
home iconEstilo de vida
line break icon

Se joga!

© Monkey Business Images / Shutterstock

Banca do Bem - publicado em 29/05/15

Não deixe o tempo apagar a coragem que há em você

Houve um tempo em que eu não tinha medo do perigo. Batia a vontade e me punha de cabeça pra baixo, fazendo parada de mão, até cansar e cair em ponte. Se acontecia de me estatelar de costas no chão, me preocupava com o vexame, jamais com a coluna. De bicicleta, rolimã ou patins, descia ladeiras sem freio – nem noção do que aconteceria se caísse no asfalto quente. Para descer de árvores altas e difíceis, achava mais fácil me jogar no chão. Os modos como pulava na piscina seriam hoje definidos como suicidas. E nenhuma das cicatrizes que tenho é dessa época.

Mais sorte do que juízo, é claro. Mas, além da valentia, também tinha qualidades que a idade costuma apagar. Como a confiança no corpo: uma esperteza de quem sabe se esticar, equilibrar-se e – principalmente – cair e levantar. A consciência do perigo nos torna descrentes do que somos capazes. E vamos enferrujando, até esquecer como se faz.

Quando minha filha ensaiou suas primeiras bananeiras, me empolguei e saí contando vantagem: se prepara, filha, que vou mostrar como se faz. No minuto seguinte, estava olhando para o chão, paralisada de medo de quebrar o pescoço.

“Vai, mãe, é só fazer!”, gritou minha filha, quando eu estava me rendendo. De repente, entendi: é só fazer, sem pensar muito. Em algum lugar, eu ainda tinha aquela coragem. E virei uma estrela, 20 anos depois. Bem, é verdade que fiquei com a coxa doendo por dias. Mas não desisti. Agora estou tentando fazer ponte sem deitar, só me curvando para trás. Sofro um pouco. Mas reaprendo a ser mais leve e destemida – e me divirto como se tivesse 8 anos de novo.

Tags:
ValoresVirtudes
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
KOMUNIA NA RĘKĘ
Claudio de Castro
Padre chora copiosamente diante da falta de respeito com a Eucari...
2
missionárias mártires iêmen
Reportagem local
A corajosa última oração destas 4 freiras antes de serem mortas p...
3
PRAYER
Desde la Fe
Coisas que você não deve fazer na Missa e talvez não saiba
4
HOLY FAMILY
Philip Kosloski
A antiga oração a São José que é “conhecida por nunca ter falhado...
5
RECONSTRUCTED CHRIST
Lucandrea Massaro
Assim era Jesus: o misterioso Homem do Sudário, reconstruído em 3...
6
Kathleen N. Hattrup
O homem que beijou a testa do Papa diz que se curou em Lourdes
7
PRAY YOUNG
Arquidiocese de São Paulo
Rezar o terço sem contemplar os mistérios é válido?
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia