Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 27 Novembro |
São Máximo de Lérins
home iconAtualidade
line break icon

Rebeldes iemenitas e delegação dos EUA discutem conflito em Omã

<p>Membros de um grupo tribal iemenita, que apoia as forças leais ao presidente Abdelrabbo Hadi, monitoram a região de Sirwah, após confrontos com rebeldes huthis, em 28 de maio de 2015</p>

AFP - publicado em 01/06/15

Líderes da rebelião xiita iemenita mantinham discussões em Mascate com uma delegação americana sobre as perspectivas de solução do conflito armado no Iêmen, declarou neste domingo à AFP o porta-voz do governo no exílio.

Com a mediação de Omã, as discussões são as primeiras de uma delegação americana com rebeldes huthis desde o lançamento, em 26 de março, de ataques aéreos no Iêmen por uma coalizão árabe liderada pela Arábia Saudita.

Segundo Riad, a campanha está destinada a impedir que os rebeldes, acusados de ter vínculos com o Irã, controlem todo o território iemenita e restaurar a autoridade do presidente Abd Rabbo Mansur Hadi, que precisou se exilar na Arábia Saudita, fronteiriça com o Iêmen.

"As discussões entre os huthis e a delegação americana foram solicitadas pela parte americana", disse à AFP o porta-voz, Rajah Badi, baseado em Riad.

Por outro lado, um alto funcionário do Departamento de Estado informou no domingo que vários americanos estão retidos no Iêmen, em meio a informes de que pelo menos quatro cidadãos americanos foram detidos por rebeldes xiitas neste país.

O Departamento de Estado recebeu "informes de que vários cidadãos americanos foram detidos recentemente no Iêmen", disse a fonte à AFP.

"Estamos fazendo tudo o possível para conseguir a libertação destas pessoas", disse, negando-se, no entanto, a dar detalhes sobre o local onde estas pessoas estão, nem quem os retêm.

A ONU teve que adiar negociações de paz que começariam em 28 de maio, em Genebra, porque o governo no exílio exigia a retirada prévia dos rebeldes dos territórios conquistados.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Jesús V. Picón
Padre com câncer terminal: perde os olhos, ma...
Papa Francisco com máscara contra covid
Reportagem local
As 3 “covids” do Papa Francisco
MARADONA
Pablo Cesio
Pelé sobre Maradona: "Espero que um dia jogue...
WEB2-COMMUNION-EUCHARISTIE-HOSTIE-GODONG-DE354465C-e1605635059906.jpg
Reportagem local
Internado na UTI, Pe. Márlon Múcio continua c...
John Burger
A melhor maneira de contar a seus filhos a ve...
MARYJA
Philip Kosloski
A melhor oração mariana para quando você prec...
POINSETTIAS,CHRISTMAS,ALTAR
A. J. Clishem
O segredo do grau de inclinação da cabeça de ...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia