Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Segunda-feira 25 Outubro |
Santo Antônio de Sant’Anna Galvão 
Aleteia logo
home iconAtualidade
line break icon

Inundações na Geórgia deixam mortos e animais fogem de zoológico

<p>Ao menos dez pessoas morreram e várias outras seguem desaparecidas nas inundações em Tbilisi, que destruíram parte de um zoológico, libertando leões, tigres e hipopótamos pelas ruas da capital da Geórgia.</p>

AFP - publicado em 15/06/15

Ao menos doze pessoas morreram e cerca de vinte outras seguem desaparecidas nas inundações em Tbilisi, que destruíram parte de um zoológico, libertando leões, tigres e hipopótamos pelas ruas da capital da Geórgia.

As autoridades pediram aos moradores para permanecer em casa enquanto a busca pelos animais ainda estava em andamento no início da tarde deste domingo.

O balanço provisório das autoridades indica doze mortos nas inundações, incluindo socorristas, e 24 desaparecidos, além de 36 hospitalizações.

O primeiro-ministro Irakli Garibachvili decretou segunda-feira dia de luto nacional.

O presidente Giorgi Margvelachvili ofereceu suas condolências às famílias das vítimas depois de visitar áreas devastadas pelas inundações.

"As perdas humanas que tivemos são insuportáveis", afirmou, enquanto observava as operações de limpeza sob as câmeras de televisão.

Garibachvili também evocou "danos significativos" para a infraestrutura da cidade.

As inundações foram causadas pela cheia do rio Vere que, após várias horas de chuvas torrenciais, transbordou no centro da cidade, invadindo ruas, casas, mas também o jardim zoológico.

Dezenas de famílias foram obrigadas a deixar suas casas e milhares de pessoas ficaram sem eletricidade e água potável na capital da Geórgia, onde 1,2 milhões de pessoas vivem.

As equipes do ministério do Interior socorreram muitas pessoas por helicóptero, enquanto as chuvas torrenciais causaram um deslizamento de terra em uma estrada fora de Tbilisi.

Turbilhão infernal

Na estrada para o zoológico atingido pelas inundações, um jornalista da AFP viu os cadáveres de um leão e de um pônei. Várias casas foram arrastadas pela correnteza do rio e as principais ruas da cidade estão cobertas de lama.

"Cerca de 20 lobos, oito leões, tigres brancos, chacais, jaguares, foram abatidos pelas forças especiais ou estão desaparecidos. Apenas três de nossos 17 pinguins foram salvos", lamentou a porta-voz do zoológico, Mzia Charachidze.

"Os corpos de três pessoas foram encontrados dentro do zoológico. Dois deles eram de funcionários" do estabelecimento, informou a porta-voz do zoológico.

"A maior parte do zoológico está destruída. É um turbilhão infernal", desabafou.

Imagens da emissora Rustavi 2 TV mostraram um hipopótamo caminhando desorientado pelas ruas alagadas do centro de Tbilissi, com os socorristas lutando para tentar capturar o animal com pistolas tranquilizantes.

Outras imagens postadas nas redes sociais mostravam um jacaré se debatendo entre os carros de um estacionamento ou um urso pendurado em um ar-condicionador na parede de um edifício.

"A situação é trágica, não sabemos quantos de nossos animais morreram. Conseguimos resgatar nosso hipopótamo, mas todos os nossos leões e tigres foram mortos. Os macacos se afogaram em suas jaulas", lamentou o diretor do zoológico, Zourab Gurielidze.

Nas ruas de Tbilisi, os moradores se juntaram aos serviços de emergência para ajudar.

"É uma terrível tragédia. Pessoas morreram, muitos perderam suas casas. Não consigo não chorar", declarou Anna Korinteli, uma dentista de 46 anos.

O patriarca da Igreja Ortodoxa da Geórgia, Ilia II, evocou por sua vez uma punição divina para explicar as inundações.

"Quando os comunista ocuparam a Geórgia, ordenaram que os sinos das igrejas fossem fundidos, o metal foi revendido e o zoológico foi construído com este dinheiro", afirmou em seu sermão dominical.

"O zoo foi construído com este dinheiro e por isso não pode prosperar. Um pecado nunca permanece sem punição", acrescentou.

Em maio de 2012, cinco pessoas morreram em Tbilisi por inundações causadas pelas fortes chuvas.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Casal brasileiro com 8 filhos espera gêmeos
Francisco Vêneto
Jovem casal brasileiro com 8 filhos espera gêmeos: “cada um vale ...
2
Papa Emérito Bento XVI
Francisco Vêneto
Bento XVI: “Espero me unir logo” aos amigos que já estão na etern...
3
Papa Francisco São José Menino Jesus
Ricardo Sanches
A oração a São José que o Papa Francisco reza todos os dias há 40...
4
Reportagem local
A bela lição que este menino deu a todos ao se aproximar do Papa
5
São João Paulo II
Reportagem local
A última frase de São João Paulo II antes de partir desta vida
6
Ary Waldir Ramos Díaz
O papa que enfurece o diabo: São João Paulo II fez exorcismo dent...
7
Don José María Aicua Marín
Dolors Massot
Padre morre de ataque cardíaco enquanto celebrava funeral
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia