Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Terça-feira 18 Maio |
Bem-aventurada Blandina Merten
home iconAtualidade
line break icon

ONU pede que imigrantes sejam protegidos em missão militar da UE

AFP - publicado em 24/06/15

O Alto Comissariado da ONU para os Refugiados, Antonio Guterres, alertou à União Europeia (UE) que sua missão naval de luta contra o tráfico de imigrantes no Mediterrâneo deve "garantir a proteção" destes últimos.

"Adotar medidas energéticas contra traficantes e contrabandistas é positivo, mas com uma condição essencial: que a proteção das vítimas e o acesso ao território europeu sejam garantidos", disse ele.

Durante uma visita às instalações para refugiados no Paquistão, Guterres observou: "A nossa (…) primeira prioridade (é) o resgate no mar. Devemos salvar vidas, ninguém pode ser abandonado para morrer no Mediterrâneo", acrescentou.

A União Europeia lançou na segunda-feira uma missão naval de luta contra as redes de tráfico de migrantes no Mediterrâneo, limitada em um primeiro momento a uma vigilância reforçada.

Os primeiros navios, submarinos, aviões de patrulha e drones serão implantados no início da próxima semana, decidiram na segunda-feira os chefes de diplomacia da UE reunidos em Luxemburgo.

A operação chamada EU Navfor Med contará com mil homens e será dirigida pelo almirante italiano Enrico Credentino.

A missão deve permitir destruir os barcos usados ​​pelos traficantes o mais perto possível da costa da Líbia.

Em particular, os "barcos-mãe" que servem para rebocar até alto mar as embarcações precárias lotadas de migrantes que procuram chegar às costas europeias.

No entanto, a ausência de uma resolução do Conselho de Segurança da ONU para autorizar o uso da força limita o alcance da operação.

Uma tal resolução só pode ser votada com o consentimento das autoridades líbias, num momento em que o país está mergulhado no caos, com dois governos rivais.

Estes estão atualmente em negociações sob os auspícios das Nações Unidas, para formar um governo de unidade nacional.

A ideia da missão surgiu há dois meses, depois da morte de 900 pessoas em meados de abril, no naufrágio de uma embarcação lotada de migrantes perto da costa da Líbia, recordou a chefe da diplomacia da UE, Federica Mogherini.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Lucía Chamat
A curiosa foto de “Jesus” que está comovendo a Colômb...
2
POPE AUDIENCE JUNE 26; 2019
Philip Kosloski
Quanto é o salário de um papa?
3
nuvens sinais
Reportagem local
Estão sendo fotografados “sinais do céu”?
4
st charbel
Reportagem local
Por acaso não está acontecendo o que São Charbel disse?
5
Soutane de Jean Paul II/attentat
Marzena Wilkanowicz-Devoud
Onde está a batina manchada de sangue de João Paulo II?
6
São Francisco Marto
Reportagem local
A oração favorita do pequeno grande São Francisco Marto, vidente ...
7
AVA MARIA
J-P Mauro
O pai que roubou a cena cantando a Ave-Maria de improviso na Disn...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia