Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 26 Novembro |
São Silvestre Guzzolini
home iconAtualidade
line break icon

Grécia dá calote no FMI e analisa suspender referendo

<p>A bandeira da Grécia é vista em Atenas, no dia 30 de junho de 2015</p>

AFP - publicado em 01/07/15

A Grécia entrou em moratória com o Fundo Monetário Internacional nesta terça-feira, depois de não pagar a dívida de 1,5 bilhão de euros (1,7 bilhão de dólares), mas admite suspender o referendo do próximo domingo, em prol da retomada das negociações com a União Europeia.

"Confirmo que os 1,2 bilhão de SDR [unidade monetária dos ativos de reserva do FMI] do pagamento devido pela Grécia ao FMI hoje não foi recebido. Nós informamos à Assembleia de Governadores que a Grécia agora está em atraso e só poderá receber financiamento do FMI quando for resolvido", disse o porta-voz Gerry Rice.

A Grécia torna-se, assim, o primeiro país desenvolvido a dar calote no Fundo, que enfrenta a maior moratória da sua história.

Nesta terça-feira, a Grécia havia informado que não pagaria ao FMI, que participou com a União Europeia nos dois planos de salvamento, que contavam com uma dura receita de austeridade.

No fim do dia, Atenas fez um pedido de última hora para estender o prazo de pagamento, previsto para meia-noite do horário local (22H00 GMT) desta terça-feira.

Rice confirmou o pedido, mas a Assembleia de Governadores ainda não tomou qualquer decisão.

"O pedido da Grécia irá para a Assembleia dos Governadores no tempo devido", afirmou o porta-voz.

O incidente com a Grécia trata-se de um sério revés para a credibilidade do FMI, que não sofria um calote desde 2001, com o Zimbábue, e que acordou com a Grécia o maior empréstimo de sua história.

Até recentemente, o FMI parecia acreditar que Atenas honoraria seus compromissos financeiros. No início de junho, a diretora-gerente do organismo dizia acreditar nas promessas do primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras.

Os problemas do FMI com a Grécia não acabaram aí. O país europeu deve pagar um total de 5,4 bilhões de euros ao Fundo neste ano, sobre uma dívida total de 21 bilhões.

O próximo pagamento, de 284 milhões de euros, está marcado para 1º de agosto.

Nesta terça-feira, as bolsas europeias, preocupadas pelo futuro imediato da Grécia, continuaram caindo, embora menos do que na véspera. Paris recuou 1,63%, Frankfurt 1,25%, Londres 1,5%, e Madri 0,78%.

A agência de classificação de risco Standard and Poor’s declarou o ‘default parcial’ dos quatro grandes bancos gregos – NBG (Banco Nacional da Grécia), Pireo, Eurobank e Alpha -, após a implementação do controle de capitais a fim de evitar a fuga massiva de divisas.

A agência de classificação de risco Fitch também anunciou o rebaixamento da nota da Grécia para "CC" após o fracasso das negociações e o anúncio de um referendo sobre a última oferta dos credores.

Para a Fitch, o fim das negociações com os credores "aumentou significativamente o risco de que a Grécia não possa enfrentar suas dívidas nos próximos meses".

Referendo pode ser suspenso

A Grécia não descarta suspender o referendo previsto para domingo sobre as propostas de seus credores, se as negociações com a União Europeia forem retomadas, afirmou nesta terça-feira à noite em Bruxelas uma fonte europeia próxima às negociações.

Durante a teleconferência do Eurogrupo realizada nesta tarde, os outros ministros da Economia da zona do euro questionaram a Grécia sobre qual seria o vínculo entre o novo pedido de ajuda e o referendo, explicou esta fonte.

"A resposta foi de que o referendo pode ser suspenso", acrescentou.

O Eurogrupo rejeitou, durante esta reunião, a extensão de dois anos do programa europeu de assistência financeira, que expirou nesta terça-feira às 22H00 GMT (19H00 de Brasília). A teleconferência deve ser retomada na quarta-feira às 09H30 GMT (06H30 de Brasília) para analisar as petições gregas.

  • 1
  • 2
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
MARYJA
Philip Kosloski
A melhor oração mariana para quando você prec...
Papa Francisco com máscara contra covid
Reportagem local
As 3 “covids” do Papa Francisco
WEB2-COMMUNION-EUCHARISTIE-HOSTIE-GODONG-DE354465C-e1605635059906.jpg
Reportagem local
Internado na UTI, Pe. Márlon Múcio continua c...
pildorasdefe.net
Por que você não vai para frente? Talvez este...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Confissão não é para contar problemas, mas para contar pecados
Pe. Gabriel Vila Verde
Confissão não é para contar problemas, mas pa...
RED WEDNESDAY
Reportagem local
Perseguição aos cristãos no mundo é denunciad...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia