Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 26 Novembro |
São Silvestre Guzzolini
home iconAtualidade
line break icon

Ataque deixa 14 mortos na região norte do Quênia

<p>(Arquivo) Ambulância na cidade queniana de Mandera, onde um ataque nesta terça-feira deixou 14 mortos</p>

AFP - publicado em 07/07/15

Pelo menos 14 pessoas morreram e 11 ficaram feridas nesta terça-feira em um ataque contra uma cidade do norte do Quênia, perto da fronteira com a Somália, informaram a polícia e a Cruz Vermelha.

Até o momento nenhum grupo reivindicou a autoria do ataque, mas os islamitas somalis shebab já executaram vários atentados violentos na região.

O ataque aconteceu duas semanas antes da visita ao Quênia do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

"Um ataque shebab em Mandera deixou 14 mortos e 11 feridos", escreveu no Twitter o chefe de polícia do Quênia, Joseph Boinnet.

"O ataque aconteceu em uma localidade próxima a um grande mercado de gado, perto da cidade. Quatorze pessoas morreram", disse uma fonte policial da cidade de Mandera, no extremo norte do Quênia, na fronteira com Somália e Etiópia.

A Cruz Vermelha informou que transportou 11 feridos ao hospital.

A organização indicou que homens armados executaram o ataque no início da manhã. Um avião foi enviado à região para transportar os feridos em estado grave até a capital, Nairóbi.

"As pessoas estavam dormindo no momento do ataque. Os criminosos chegaram e lançaram explosivos contra as casas", afirmou o chefe da administração local, Alex Ole Nkoyo.

"Pelo tipo de ataque foram os shebab. Utilizaram explosivos e armas automáticas", disse.

A região tem muitos operários que trabalham em pedreiras, mas que são de outras áreas do Quênia.

No fim de 2014, os shebab atacaram uma pedreira e mataram 36 homens identificados como não muçulmanos.

Poucos dias mais tarde, na mesma região, os shebab mataram 28 passageiros de um ônibus.

Em abril, um comando shebab matou 148 pessoas, em sua maioria estudantes, na Universidade da cidade queniana de Garissa.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
MARYJA
Philip Kosloski
A melhor oração mariana para quando você prec...
Papa Francisco com máscara contra covid
Reportagem local
As 3 “covids” do Papa Francisco
WEB2-COMMUNION-EUCHARISTIE-HOSTIE-GODONG-DE354465C-e1605635059906.jpg
Reportagem local
Internado na UTI, Pe. Márlon Múcio continua c...
pildorasdefe.net
Por que você não vai para frente? Talvez este...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Confissão não é para contar problemas, mas para contar pecados
Pe. Gabriel Vila Verde
Confissão não é para contar problemas, mas pa...
RED WEDNESDAY
Reportagem local
Perseguição aos cristãos no mundo é denunciad...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia