Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 28 Fevereiro |
Beato Daniel Brottier
home iconAtualidade
line break icon

Multidão na primeira missa campal de Francisco no Equador

© RODRIGO BUENDIA / AFP

Agências de Notícias - publicado em 07/07/15

De volta à América do Sul dos "frágeis" e "vulneráveis", Francisco dedicou a homilia à família, um dos grandes desafios de seu pontificado

O papa Francisco reuniu nesta segunda-feira, em Guayaquil, 800 mil fiéis sob um sol abrasador e pediu mais ajuda e serviços sociais para as famílias, sufocadas por problemas, na primeira missa campal de sua visita à América do Sul.

Uma multidão exausta pela exposição a temperaturas de até 32º C e longas vigílias escutou a liturgia de quase duas horas no parque Los Samanes.

De volta à América do Sul dos "frágeis" e "vulneráveis", Francisco dedicou a homilia à família, um dos grandes desafios de seu pontificado, diante dos males que a assola, como as "doenças", a "falta de amor" e de trabalho.

"A família constitui a ‘grande riqueza social’ que outras instituições não podem substituir, que deve ser ajudada e potencializada, para não perder nunca o sentido justo dos serviços que a sociedade presta aos cidadãos", disse.

"De fato, estes não são uma forma de esmola, mas uma verdadeira dívida social com relação à instituição familiar, que tanto aporta ao bem comum de todos", afirmou.

Francisco arrancou risos dos fiéis ao usar uma metáfora para descrever a disposição da Igreja de atender os problemas que as famílias enfrentam ao invés de condená-los.

A Igreja "não é uma mãe que reclama, nem uma sogra, que vigia para rir das nossas imperícias, dos nossos erros ou desatenções. Maria, simplesmente é mãe! Está ali, atenta e solícita", destacou.

A mensagem de Francisco calou fundo entre os presentes, que suportaram um calor extremo com jatos d’água lançados pelos bombeiros. No entanto, algumas pessoas perderam a consciência e precisaram ser socorridas.

Olimpia Herrera, uma professora de 62 anos, se disse convencida pelas palavras do pontífice.

"Estávamos precisando [deste testemunho] porque há muitos lares que estão desintegrados", disse à AFP.

A crise da família será um dos temas que serão debatidos em outubro no Vaticano durante o sínodo dos bispos, no qual serão fixados os critérios com os quais a Igreja do século XXI encarnará as mudanças das sociedades modernas, como a família monoparental, o casamento entre pessoas do mesmo sexo, e o acesso à comunhão para os divorciados que voltarem a se casar.

"O vinho é sinal de alegria, de amor, de abundância. Quantos dos nossos adolescentes e jovens percebem que em suas casas faz tempo isso falta. Quantos idosos se sentem deixados de fora da festa de suas famílias, em um canto", clamou o Papa.

Ainda assim, Francisco se mostrou muito otimista com o futuro da família: "O melhor vinho está por vir naqueles que hoje veem tudo desabar".

"Não vou cobrar-lhes nada"

A primeira missa a céu aberto celebrada pelo papa em sua viagem de oito dias por Equador, Bolívia e Paraguai contou com 800 mil fiéis, calculou o ministro do Interior, José Serrano, em sua conta no Twitter.

As autoridades aguardavam até 1,5 milhões de fiéis.

Nesta terça-feira, o papa celebra uma segunda missa campal em Quito, no parque Bicentenário, para cerca de um milhão de pessoas.

Antes de ir a Los Samanes, Francisco fez um trajeto de carro até o santuário do Senhor da Divina Misericórdia, durante a qual voltou a receber demonstrações de carinho de pessoas que se amontoaram dos dois lados da via.

Já na capela, reuniu-se com um grupo de convidados, aos quais surpreendeu com um pedido: "Eu os abençoo. Não, não vou cobrar nada de vocês, mas peço, por favor, que rezem por mim. Prometem?", disse o sumo pontífice, arrancando risos dos presentes.

Em seu regresso a Quito, o Papa se reuniu durante meia hora com o presidente Rafael Correa, mas o conteúdo do encontro não foi divulgado.

Após a reunião, Francisco fez um novo apelo para que não haja diferenças e exclusões no Equador.

  • 1
  • 2
Tags:
Papa FranciscoViagem
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
KOMUNIA NA RĘKĘ
Claudio de Castro
Padre chora copiosamente diante da falta de respeito com a Eucari...
2
PRAYER
Desde la Fe
Coisas que você não deve fazer na Missa e talvez não saiba
3
RECONSTRUCTED CHRIST
Lucandrea Massaro
Assim era Jesus: o misterioso Homem do Sudário, reconstruído em 3...
4
HOLY FAMILY
Philip Kosloski
A antiga oração a São José que é “conhecida por nunca ter falhado...
5
Eucaristia
Reportagem local
Diocese afasta padre que convidou pastor para “concelebrar&...
6
PADRE PIO
Bret Thoman, OFS
O Padre Pio diz que este é um pecado difícil de Deus perdoar
7
MEXICO
Pablo Cesio
México: homem chega à própria missa de corpo presente
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia