Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 14 Maio |
Bem-aventurado Egídio de Santarém
home iconReligião
line break icon

Os leigos, construtores do Reino de Deus – 1 – Quem são os leigos?

Creative Commons

Orlando Polidoro Junior - publicado em 08/07/15

Seria impossível manter as comunidades católicas sem o apostolado dos leigos

Aleteia oferece aos seus leitores a possibilidade de publicarem seus textos e divulgarem seu site, blog ou perfil em redes sociais, com o fim de ajudar a estender a mais leitores os testemunhos de católicos que amam a Igreja e querem torná-la mais conhecida do público. SAIBA MAIS

O leitor Orlando Polidoro Junior nos enviou um artigo, que publicaremos em duas partes, sobre os leigos na Igreja, sua vocação e seu ministério. Você pode conferir outros artigos propostos por ele na sua "fan page" Por Cristo, Com Cristo e Em Cristo, no Facebook.

OS LEIGOS, CONSTRUTORES DO REINO DE DEUS – 1 – QUEM SÃO OS LEIGOS?


Orlando Polidoro Junior

Meus irmãos, se alguém diz que tem fé, mas não tem obras, de que adianta? Por acaso a fé poderá salvá-lo? (Tg 2,14)

QUEM SÃO OS LEIGOS?

“Sob o nome de leigos, entendem-se aqui todos os cristãos, exceto os membros das Sagradas Ordens ou do estado religioso reconhecido na Igreja, isto é, os fiéis que, incorporados a Cristo pelo Batismo, constituídos em Povo de Deus e a seu modo feitos participantes da função sacerdotal, profética e régia de Cristo, exercem, em seu âmbito, a missão de todo o Povo cristão na Igreja e no mundo” (CIC 897).

"É específico dos leigos, por sua própria vocação, procurar o Reino de Deus exercendo funções temporais e ordenando-as segundo Deus… A eles, portanto, cabe de maneira especial iluminar e ordenar de tal modo todas as coisas temporais, às quais estão intimamente unidos, que elas continuamente se façam e cresçam segundo Cristo e contribuam para o louvor do Criador e Redentor" (CIC 898).

Uma vez que, como todos os fiéis, através do batismo e da confirmação, são destinados por Deus ao apostolado, os leigos, individualmente ou reunidos em associações, têm obrigação geral e gozam do direito de trabalhar para que o anúncio divino da salvação seja conhecido e aceito por todos os homens, em todo o mundo; esta obrigação é tanto mais premente naquelas circunstâncias em que somente através deles os homens podem ouvir o Evangelho e conhecer o Cristo (CDC 225 § 1).

Têm também o dever especial, cada um segundo a própria condição, de animar e aperfeiçoar com o espírito evangélico a ordem das realidades temporais, e assim dar testemunho de Cristo, especialmente na gestão dessas realidades e no exercício das atividades seculares (CDC 225 § 2).

DESAFIO AOS LEIGOS

Despertar no coração de todo leigo a belíssima vocação missionária, levando-o a refletir com sabedoria sobre a sua importante representatividade e a reconhecer, íntimo e pessoalmente, o seu ministério dentro do contexto comunitário eclesial, que deve ser enaltecido com o imenso Amor de Jesus Cristo em todas as ações pastorais desenvolvidas pela Igreja.

Conforme os desígnios de Deus (…), neste momento, em plena comunhão com a Santíssima Trindade, com a nossa Igreja, e o Papa Francisco, necessitamos de um novo clamor (um novo Pentecostes) dentro do coração de cada um, para que possamos vislumbrar e retribuir com muita alegria e esplendor a todas as graças recebidas do Alto, compartilhando-as fraternalmente com o próximo em grandes atos de caridade diante das missões pastorais, as quais representam a imagem do Nosso Salvador Jesus Cristo, a Pedra Angular que sustenta fielmente a construção do projeto de Deus para todo seu povo amado (cf.1 Pd 2,6-8).

A VOCAÇÃO DOS LEIGOS

Todos os leigos são vocacionados e estão envolvidos em todas as dimensões de trabalhos voluntários em nossas comunidades eclesiais: ministros da Eucaristia e da Palavra, equipe litúrgica, catequese, bem como em todas as pastorais e movimentos, desempenhando funções fundamentais para a comunhão missionária, que deve ser reconhecida e elevada com muitos louvores em todas as ações pastorais que atingem a vida do próximo (cf. Jo 13,12-17); mas, principalmente, reconhecendo-o como irmão em Jesus Cristo e verdadeiro templo do Espírito Santo.

  • 1
  • 2
  • 3
Tags:
Doutrinaleigos
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Lucía Chamat
A curiosa foto de “Jesus” que está comovendo a Colômb...
2
Philip Kosloski
5 revelações surpreendentes do “terceiro segredo” de ...
3
Nossa Senhora de Fátima pede rezar o terço
Padre Reginaldo Manzotti
As 3 principais atitudes que Nossa Senhora de Fátima nos pediu
4
Nossa Senhora de Akita
Reportagem local
O grave alerta de Nossa Senhora de Akita sobre o maligno infiltra...
5
ELDERLY,WOMAN,ALONE
Aleteia Brasil
O pe. Zezinho e a mãe que espera há 30 anos, sem sucesso, pelo pe...
6
FRANCISCO AND JACINTA MARTO
Tom Hoopes
As lições dos pastorinhos de Fátima aplicadas ao coronavírus
7
Reportagem local
3 fatos cientificamente inexplicáveis sobre a imagem de Guadalupe
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia