Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Cadastre-se e receba Aleteia diretamente em seu email. É de graça.
Receber

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

ONU saúda acordo sobre programa nuclear iraniano

AFP

(Arquivo) O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon

Compartilhar

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, comemorou nesta terça-feira o acordo histórico alcançado com o Irã sobre seu programa nuclear, estimando que o mesmo pode "contribuir de maneira essencial para a manutenção da paz e a estabilidade na região e fora dela".

Em um comunicado da ONU, Ban felicita os negociadores por sua determinação e "admira a coragem dos líderes que aprovaram este acordo".

"Espero e de fato acredito que este acordo conduza a uma maior compreensão e cooperação mútua sobre muitos e graves desafios que a segurança no Oriente Médio enfrenta", afirma o chefe das Nações Unidas.

A ONU "está disposta a cooperar plenamente com as partes envolvidas para aplicar este acordo importante e histórico", conclui o texto.

Em troca do fim de seu programa nuclear, Teerã se beneficiará de uma suspensão das sanções bancárias e petrolíferas que asfixiam sua economia há anos.

Ban fez as declarações em Addis Abeba, onde participa de uma conferência internacional sobre financiamento do desenvolvimento.

São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.