Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia
Redação da Aleteia / ACI Digital
Como surgem as intenções de oração do Papa?
María Álvarez de las Asturias
Como ajudar um casal que se separou?
Padre Reginaldo Manzotti
Oração para pedir luz ao Senhor
Padre Reginaldo Manzotti
5 lições de vida para ser feliz
Prosa e Poesia
Os recomeços
Vatican News / Redação da Aleteia
Papa aos juízes: não buscar interesse pessoal

Estarrecedor açougue humano: maior conglomerado abortista dos EUA vende órgãos de fetos assassinados

LifeSiteNews.com
Compartilhar

Diretora é gravada com câmera escondida: “Somos muito bons para conseguir corações, pulmões e fígados”

Um vídeo indignante, divulgado recentemente pelo Center for Medical Progress [Centro para o Progresso Médico], revela um escabroso esquema de venda de órgãos e partes de crianças abortadas durante as últimas semanas de gestação.
 
A gravação foi feita com uma câmera escondida em um restaurante da Califórnia em 2014. Na conversa registrada, a diretora sênior de Serviços Médicos da rede de clínicas abortistas “Planned Parenthood America”, Deborah Nucatola, explica a supostos representantes de uma empresa de “tecidos humanos” como as suas clínicas realizam o chamado “aborto por nascimento parcial” a fim de extrair intactas as partes dos fetos mais solicitadas.

ATENÇÃO: Este vídeo é perturbador para audiências sensíveis


 

Deborah Nucatola cita um preço de 30 a 100 dólares, que, de acordo com declarações da empresa depois do escândalo, se referiria à conservação e transporte dos tecidos destinados a “doação altruísta para fins de pesquisa científica”.
 
Muita gente quer corações intactos”, explica Deborah, com naturalidade, durante a refeição. “Eu sempre digo: todos os fígados possíveis. Muita gente quer fígados (…) Também querem extremidades inferiores. Isso é fácil. Eu não sei o que fazem com elas, imagino que queiram músculos”.
 

“Somos muito bons para conseguir corações, pulmões e fígados, porque sabemos como fazer isso sem perfurar essa parte, quebrando por cima e por baixo e garantindo que tudo saia intacto”, assegura ela.

 
Para conseguir isto, “o funcionário segue a orientação ecográfica, para saber onde está colocando o fórceps”, explica a diretora. A parte mais difícil de preservar é o crânio, mas “em geral, o que alguns fazem é tentar mudar a orientação do feto para que ele não saia de cabeça. Se ele for colocado para sair virado, a dilatação quando ele sai permite tirar a cabeça intacta na última etapa”.
 

“Ontem, por exemplo, tive oito casos. Eu sabia exatamente o que queria, então olhei a lista para saber quais eram os casos e aí tomei as minhas decisões. É bom ter uma reunião no começo do dia. É isso o que eu faço”.

 
Segundo David Daleiden, responsável pela investigação de três anos de duração que inclui a apresentação deste vídeo, “a conspiração criminosa da Planned Parenthood para fazer dinheiro com órgãos de crianças abortadas envolve os níveis mais altos da organização”.
 
O vídeo chocante vem provocando muitas reações nos Estados Unidos. O presidente da Câmara, o republicano John Boehner, pediu que o conteúdo do vídeo seja verificado e afirmou que o presidente Barack Obama deveria condenar com clareza essas práticas, proibindo-as.

Aleteia Top 10
  1. Lidos