Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Segunda-feira 30 Novembro |
São Mirocletes
home iconAtualidade
line break icon

Família de Jean Charles pede justiça em Londres 10 anos após sua morte

<p>Vivian Figueiredo, prima de Jean Charles, recebe um abraço de conforto em frente à estação de Stockwell</p>

AFP - publicado em 22/07/15

A família de Jean Charles de Menezes pediu justiça nesta quarta-feira diante da estação de metrô londrina onde há dez anos o brasileiro foi confundido com um terrorista suicida e foi morto pela polícia, dias após os atentados de julho de 2005.

Uma década depois da morte do jovem eletricista, seus primos deixaram flores e acenderam velas para lembrar o aniversário da tragédia.

Eles também voltaram a pedir que os agentes responsáveis pela morte do brasileiro sejam processados.

Jean Charles foi baleado sete vezes na cabeça e uma no ombro na estação de Stockwell no dia 22 de julho de 2005, um dia depois da tentativa frustrada de réplica dos ataques suicidas que no dia 7 de julho deixaram 52 mortos no metrô da capital britânica.

Naquele dia, com Londres em alerta máximo, a polícia seguiu Jean Charles até o metrô ao confundi-lo com o suicida Hussain Osman, que estava foragido e vivia em seu mesmo bloco de apartamentos.

Diante do mosaico em homenagem ao brasileiro que adorna a estação de Stockwell, seus primos Vivian Figueiredo, Alessandro Pereira e Erinaldo da Silva fizeram um minuto de silêncio.

Todos vestiam camisetas pretas com o lema "Justice for Jean", em um logo que mistura o símbolo do metrô londrino com a mira de uma arma.

"A família vive 10 longos anos de dor, luta e determinação para que a justiça seja feita, e para prender não apenas os que atiraram, mas também os que deram a ordem", disse um porta-voz da campanha em andamento às dezenas de pessoas que participaram da homenagem.

O Tribunal Europeu de Direitos Humanos (TEDH) começou a examinar no mês passado o caso a pedido dos advogados de sua família, que contestam ante os juízes europeus o tratamento judicial dado ao caso no Reino Unido. Ali nenhum policial foi processado individualmente porque a promotoria considerou que não existiam provas suficientes.

A Grande Câmara, instância suprema do TEDH, formada por 17 juízes, emitirá seu veredicto dentro de vários meses, e sua decisão será definitiva.

No dia 7 de julho de 2005, quatro islamitas cometeram suicídio ao detonar três bombas em estações de metrô da cidade e uma quarta em um ônibus. Os ataques deixaram 52 mortos e 700 feridos, vários deles em estado grave.

As vítimas eram de 10 nacionalidades diferentes – principalmente britânicos, mas também da Polônia, Itália, Afeganistão ou Israel -, além dos quatro terroristas do condado de Yorkshire, norte da Inglaterra: Mohammed Sidique Khan, 30 anos, líder do grupo, Shehzad Tanweer, 22, Hasib Hussain, 18, e Jermaine Lindsay, 19.

Duas semanas depois dos atentados, em 21 de julho de 2005, uma série de tentativas frustradas de ataques foi registrada nos transportes públicos da cidade, gerando como consequência trágica a morte de Jean Charles no dia seguinte.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
READING
Gelsomino Del Guercio
3 regras fundamentais para os leitores da mis...
Aleteia Brasil
Oração do Advento
SANTUÁRIO DE APARECIDA INTERIOR BASÍLICA
Reportagem local
Suposto surto de covid-19 entre padres do San...
Jesús V. Picón
Padre com câncer terminal: perde os olhos, ma...
OLD WOMAN, WRITING
Cerith Gardiner
A carta de uma irlandesa de 107 anos sobre co...
FIRST CENTURY HOUSE AT THE SISTERS OF NAZARETH SITE
John Burger
Arqueólogo diz ter encontrado a casa onde Jes...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia