Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Segunda-feira 30 Novembro |
São Mirocletes
home iconAtualidade
line break icon

Principais aspectos da visita de Obama ao Quênia

<p>Jornais do Quênia dão destaque para a visita de Obama</p>

AFP - publicado em 24/07/15

O presidente americano, Barack Obama, conversará com seu colega Uhuru Kenyatta sobre temas econômicos, luta contra o terrorismo, democracia e respeito aos direitos humanos durante sua visita ao Quênia, neste fim de semana.

ECONOMIA

Oficialmente, Barack Obama viaja ao Quênia para dar um discurso em uma cúpula internacional sobre negócios no sábado na capital, no qual destacará "os avanços e o potencial" do país, segundo o presidente queniano.

Também está previsto que Washington e Nairóbi assinem vários acordos referentes ao setor das infraestruturas e da saúde durante a visita.

A intensificação dos investimentos e das relações comerciais tomarão conta da maior parte dos encontros bilaterais de sábado. Os Estados Unidos são o segundo sócio comercial do Quênia, atrás da União Europeia.

Embora o Quênia tente fomentar os investimentos estrangeiros, o país ainda arrasta uma má reputação por sua corrupção, ocupando a posição 145 de 175 no índice estabelecido pela ONG Transparência Internacional.

TERRORISMO

A segurança e a luta contra o terrorismo serão uma questão central das discussões com Obama, disse Kenyatta, lembrando que seu país "trabalha em estreita cooperação com os serviços americanos" para combater a ameaça do Al-Shebab, um grupo islamita somali filiado à Al-Qaeda.

O Quênia foi fortemente atingido pelo fundamentalismo islâmico desde 1998, ano em que o grupo Al-Qaeda atacou a embaixada americana em Nairóbi matando 224 pessoas.

Em 2011, as tropas quenianas entraram na Somália para combater os shebab e posteriormente se uniram à Amisom (a força da União Africana) em apoio ao governo somali contra o terrorismo.

Como resposta a esta participação, os shebab intensificaram suas operações no Quênia, com ataques espetaculares como o do centro comercial Westgate de Nairóbi, em setembro de 2013 (67 mortos), ou o da universidade de Garisa (148 mortos) em abril.

DIREITOS HUMANOS

A agenda das discussões também inclui questões relacionadas ao respeito à democracia, e as autoridades americanas já deixaram claro que a promoção dos direitos humanos será um ponto chave.

Obama planeja se reunir com representantes de duas ONGs muçulmanas incluídas em uma lista de organizações acusadas de apoiar o terrorismo após o ataque em Garissa.

Um ponto de fricção neste tema pode ser a questão dos direitos dos homossexuais. O vice-presidente queniano, William Ruto, é abertamente homofóbico.

Kenyatta declarou que os direitos dos homossexuais "não são um problema para as pessoas deste país" e não estarão no programa.

JUSTIÇA

Segundo Uhuru Kenyatta, Obama também se reunirá com Ruto, acusado pelo Tribunal Penal Internacional (TPI) por crimes contra a humanidade após os episódios de violência pós-eleitorais do Quênia de 2007.

A visita de Obama ao Quênia foi dificultada durante muito tempo pela acusação contra o próprio Kenyatta pelo TPI. As investigações foram abandonadas em dezembro devido, segundo os promotores do TPI, à obstrução do governo de Nairóbi.

O fato de não ter sido feita justiça com as vítimas daqueles acontecimentos de 2007 também pode ser abordado nos dias posteriores.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
READING
Gelsomino Del Guercio
3 regras fundamentais para os leitores da mis...
Aleteia Brasil
Oração do Advento
SANTUÁRIO DE APARECIDA INTERIOR BASÍLICA
Reportagem local
Suposto surto de covid-19 entre padres do San...
Jesús V. Picón
Padre com câncer terminal: perde os olhos, ma...
OLD WOMAN, WRITING
Cerith Gardiner
A carta de uma irlandesa de 107 anos sobre co...
FIRST CENTURY HOUSE AT THE SISTERS OF NAZARETH SITE
John Burger
Arqueólogo diz ter encontrado a casa onde Jes...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia