Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 26 Novembro |
São Silvestre Guzzolini
home iconAtualidade
line break icon

Tiroteio durante casamento no Afeganistão deixa 20 mortos

<p>(Arquivo) Forças de segurança no local de uma explosão no Afeganistão</p>

AFP - publicado em 27/07/15

Ao menos 20 pessoas morreram e 10 ficaram feridas em um tiroteio entre os convidados de um casamento após uma briga no norte do Afeganistão, anunciaram nesta segunda-feira as autoridades locais, uma amostra da frágil situação da segurança no país.

O confronto, que a priori parecia ser fruto de uma disputa local, e não um conflito entre as autoridades e os rebeldes talibãs, foi registrado na noite de domingo na província de Baghlan, disse à AFP Gulistam Qusani, chefe da polícia distrital.

"Dois homens armados discutiram durante a cerimônia no distrito de De Sallah. Quando a discussão se intensificou, uma autoridade local disparou para o ar" para acalmar os ânimos, explicou o chefe policial.

Mas o efeito foi o contrário do desejado e "os dois lados começaram a atirar", acrescentou.

"Vinte pessoas morreram e outras 10 ficaram feridas", declarou o porta-voz da polícia provincial, Jawed Basharat, que diminuiu um balanço anterior oficial que informava sobre 21 mortos.

Todas as vítimas são homens convidados ao casamento de 14 a 60 anos, acrescentou Qusani.

As autoridades locais enviaram uma delegação ao local para investigar as circunstâncias exatas do enfrentamento, acrescentou o governador de Baghlan, Sultan Mohamad Ebadi.

Os casamentos afegãos, que podem reunir milhares de pessoas, às vezes terminam em incidentes ou ajustes de contas mortais, fruto das disputas entre facções locais, por disparos de comemoração mal dirigidos ou às vezes por ataques rebeldes contra as autoridades locais.

Estes incidentes costumam ocorrer sobretudo nas zonas mais remotas do país, atingido por quase 40 anos de conflito e no qual o poder ainda é dividido entre milícias locais. Além disso, a posse de armas continua sendo comum entre as famílias.

Em dezembro, soldados afegãos mataram 17 mulheres e crianças ao disparar por erro morteiros em uma cerimônia de casamento na província de Helmand (sul).

Conflito nacional e rivalidades locais

Em julho de 2012, um suicida carregado de explosivos matou no norte do país um influente parlamentar afegão, ex-chefe de milícia, e outras 16 pessoas durante o casamento de uma filha sua.

Os atentados suicidas são uma das armas preferidas dos rebeldes talibãs em sua luta contra Cabul e seus aliados da Otan.

O tiroteio de domingo em Baghlan ocorre num momento em que o Afeganistão é atingido pelo conflito entre as autoridades e a insurgência talibã, mas também por confrontos regulares entre grupos armados e máfias locais, sobretudo no campo, tradicionalmente pouco controlado pelo governo central de Cabul.

Neste mês surgiu uma certa esperança de alcançar a paz entre Cabul e os talibãs com uma primeira tomada de contato oficial entre as duas partes para negociações de paz.

As autoridades afegãs indicaram na semana passada que preveem uma nova rodada de negociações nesta semana, talvez na China, influente potência regional, que cada vez aparece mais como mediadora neste conflito.

Estes encontros não impedem os talibãs, expulsos do poder no fim de 2001, de intensificar suas operações em terra, após mais de 13 anos de um conflito do qual os civis são as primeiras vítimas.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
MARYJA
Philip Kosloski
A melhor oração mariana para quando você prec...
Papa Francisco com máscara contra covid
Reportagem local
As 3 “covids” do Papa Francisco
WEB2-COMMUNION-EUCHARISTIE-HOSTIE-GODONG-DE354465C-e1605635059906.jpg
Reportagem local
Internado na UTI, Pe. Márlon Múcio continua c...
pildorasdefe.net
Por que você não vai para frente? Talvez este...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Confissão não é para contar problemas, mas para contar pecados
Pe. Gabriel Vila Verde
Confissão não é para contar problemas, mas pa...
RED WEDNESDAY
Reportagem local
Perseguição aos cristãos no mundo é denunciad...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia