Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quarta-feira 19 Janeiro |
Santo Arsênio de Corfú
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Ex-conselheiro de Sarkozy é acusado por desvio de verba pública

<p>Um ex-conselheiro de Nicolas Sarkozy, Patrick Buisson, é visto em 15 de outubro de 2012</p>

AFP - publicado em 30/07/15

Um ex-conselheiro de Nicolas Sarkozy, Patrick Buisson, foi acusado nesta quarta-feira em uma investigação sobre pesquisas de opinião encomendadas pelo Palácio do Eliseu durante o mandato do então presidente francês (2007-2012), que teve uma de suas empresas beneficiadas.

Pierre Giacometti, outro colaborador do antigo chefe de Estado francês, teve sua prisão preventiva decretada nesta quarta à noite por razões similares, dentro da mesma investigação em curso.

Patrick Buisson, influente conselheiro oriundo da extrema direita hoje rompido com Sarkozy, foi indiciado por favorecimento, uso indevido de ativos e abuso de fundos públicos corporativos, segundo uma fonte judicial.

O caso, chamado "pesquisas do Eliseu", é sobre a regularidade dos contratos celebrados ao abrigo dos cinco anos Sarkozy pela Presidência francesa, com nove institutos de pesquisa. Entre eles estavam particularmente a empresa Publifact, pertencente a Buisson, e a de Pierre Giacometti, Giacometti-Peron.

A polêmica explodiu em 2009, quando o Tribunal de Contas francês esmiuçou um contrato assinado com a Publifact de 1,5 milhão de euros sem levar em conta "possibilidades oferecidas pelo mercado".

Uma associação anticorrupção, a Anticor, apresentou uma denúncia no ano seguinte, mas a Justiça iniciou a investigação somente no final de 2012 – quando Sarkozy deixou a presidência, derrotado pelo socialista François Hollande.

De acordo com a ação apresentada pela Anticor, algumas das pesquisas encomendadas não teriam relação com o gabinete presidencial, entre elas a que tratou da percepção dos franceses sobre o relacionamento entre Nicolas Sarkozy e Carla Bruni, ex-modelo que virou sua esposa.

Vários outros ex-assessores próximos ao ex-presidente foram ouvidos no início de junho, como parte da investigação. Sarkozy é protegido pela imunidade presidencial, uma vez que estava no Eliseu no momento dos supostos crimes.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia