Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Segunda-feira 30 Novembro |
São Mirocletes
home iconAtualidade
line break icon

Intensos tiroteios e explosões na capital do Burundi: AFP

<p>Policial solitário corre na direção do antigo mercado de Bujumbura, no Burundi, em 2 de agosto de 2015</p>

AFP - publicado em 10/08/15

Intensos tiroteios e detonações foram registrados na noite deste domingo durante cerca de duas horas em Bujumbura, capital do Burundi, sem que tenha sido possível determinar a origem, informou um jornalista da AFP.

Os disparos, que cessaram pouco antes das 23H30 (locais, 18h30 em Brasília), poderiam proceder, segundo testemunhas, de enfrentamentos entre policiais e "insurgentes" dos bairros vizinhos de Jabe e Nyakabiga, no norte da capital. Por enquanto desconhece-se se há vítimas.

Embora nas últimas semanas tenham sido ouvidos com frequência tiroteios em Bujumbura, acompanhados em algumas ocasiões de explosões de granadas, raramente foram tão intensos e longos como os deste domingo.

O Burundi está mergulhado em uma grave crise política desde o anúncio, no fim de abril, da candidatura do presidente Pierre Nkurunziza a um terceiro mandato, que a oposição, a sociedade civil e a igreja católica consideram anticonstitucional.

As autoridades frustraram, em maio, uma tentativa de golpe de Estado e em junho reprimiram com brutalidade as manifestações populares celebradas quase diariamente durante um mês e meio.

Mas, desde a anunciada reeleição, em 21 de julho, do presidente Nkurunziza, a violência se intensificou e os bairros contestatários se organizaram e armaram contra a polícia, fazendo temer por uma piora da situação.

Em 2 de agosto, o general Adolphe Nshimirimana, homem forte do regime, foi assassinado em seu carro em um ataque com foguetes em plena capital do país. No dia seguinte, Pierre-Claver Mbonimpa, um conhecido ativista dos direitos humanos, foi ferido em uma tentativa de assassinato, considerada uma represália pela morte do general, a quem Mbonimpa tinha acusado em várias ocasiões de ordenar execuções extrajudiciais.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
READING
Gelsomino Del Guercio
3 regras fundamentais para os leitores da mis...
Aleteia Brasil
Oração do Advento
SANTUÁRIO DE APARECIDA INTERIOR BASÍLICA
Reportagem local
Suposto surto de covid-19 entre padres do San...
Jesús V. Picón
Padre com câncer terminal: perde os olhos, ma...
OLD WOMAN, WRITING
Cerith Gardiner
A carta de uma irlandesa de 107 anos sobre co...
FIRST CENTURY HOUSE AT THE SISTERS OF NAZARETH SITE
John Burger
Arqueólogo diz ter encontrado a casa onde Jes...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia