Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 29 Novembro |
Bem-aventurados Dionísio da Natividade e Redento da Cruz
home iconAtualidade
line break icon

Papa Francisco condena guerras e bomba atômica

Domínio Público

Agências de Notícias - publicado em 10/08/15

Bomba atômica tornou-se "o símbolo do poder desmedido da destruição humana quando se faz um uso errado dos avanços da ciência e tecnologia"

O Papa recordou neste domingo com "horror e repulsa" os ataques nucleares sobre as cidades japonesas de Hiroshima e Nagasaki, que ocorreram há 70 anos, considerando ser o "símbolo do poder desmedido de destruição do homem".

A uma multidão reunida sob um sol escaldante na Praça de São Pedro, Francisco afirmou que as explosões da "Bomba A" sobre Hiroshima, em 6 de agosto de 1945, e sobre Nagasaki, em 9 de agosto, foram um "acontecimento trágico que continua a provocar horror e repulsa".

Tornou-se "o símbolo do poder desmedido da destruição humana quando se faz um uso errado dos avanços da ciência e tecnologia", declarou o Papa durante sua tradicional oração do Angelus.

Francisco publicou recentemente uma encíclica sobre o meio ambiente, intitulada "Laudato si", na qual ele alerta a humanidade sobre a sua propensão excessiva ao antropocentrismo, em detrimento da natureza.

"O antropocentrismo moderno coloca a razão de ordem técnica acima da realidade. A vida está sendo abandonada às circunstâncias condicionadas pela tecnologia, vista como a principal forma de interpretar a existência", escreveu.

Apelando para o que a humanidade "renuncie para sempre à guerra e acabe com as armas nucleares e de destruição em massa", Francisco destacou a necessidade de construir uma "ética da fraternidade" no mundo.

"Que em todo o mundo se eleve uma única voz: não à guerra e à violência, sim ao diálogo e à paz", exclamou o Papa.

"Com a guerra, sempre perdemos, a única maneira de ganhar uma guerra é não fazê-la", acrescentou, afastando-se de seu discurso oficial.

Em 9 de agosto de 1945, às 11h02, a explosão da A bomba lançada pelos Estados Unidos destruiu 80% das construções em Nagasaki, matando cerca de 74.000 pessoas.

Três dias antes, a primeira bomba atômica havia feito 140.000 mortos em Hiroshima.

(AFP)

Tags:
AngelusGuerraPapa Francisco
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
POPE URBI ET ORBI
Reportagem local
Bênção Urbi et Orbi do Papa Francisco nesta s...
Folheto divulgado por Antônio Carlos da Silva
Reportagem local
Eu nasci mais ou menos em 1988: os 27 anos da...
READING
Gelsomino Del Guercio
3 regras fundamentais para os leitores da mis...
SANTUÁRIO DE APARECIDA INTERIOR BASÍLICA
Reportagem local
Suposto surto de covid-19 entre padres do San...
Jesús V. Picón
Padre com câncer terminal: perde os olhos, ma...
FATIMA
Philip Kosloski
Nossa Senhora de Fátima tem um conselho para ...
Medalha Milagrosa verdadeira ou falsa
Reportagem local
Cuidado: saiba distinguir entre a real Medalh...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia